Sanjuushi Home Realm Forum

Um fórum para reunir todos os fãs de lingua portuguesa da série Sanjuushi, os 3 mosqueteiros, e da cultura japonesa!

Devido a motivos pessoais e profissionais a Administração do fórum encontra-se algo parada, bem como a publicação de novos posts, pede-se encarecidamente a todos os membros interessados para que ajudem neste período de hiato prolongado.

    Observações da Fanfic VELHOS CAMINHOS

    Compartilhe
    avatar
    Athos de La Fère
    General dos Mosqueteiros
    General dos Mosqueteiros

    Número de Mensagens : 1468
    Idade : 37
    Localização : São Paulo - SP / Brasil
    Humor : Instável
    Data de inscrição : 16/09/2009

    Observações da Fanfic VELHOS CAMINHOS

    Mensagem por Athos de La Fère em Ter Out 19, 2010 12:23 pm

    Olá Pessoal,

    Tomei coragem e do nada comecei essa fic sem noção cujo título sequer consegui conceber.
    Por enquanto, quero observar que esta fic não tem propósito de se preocupar com a História, mas tem foco no drama vivido pelas personagens. Tentarei fazer que a fic seja mais "psy"... Razz Acho que é mais a minha praia e maneira de escrever...

    A linguagem não está muito adequada (está muito moderna para a época), mas eu fiz isso sem rascunhar, abri o post e saí digitando...

    Era até para Aramis esbarrar no Athos, mas daí, apareceu o Rochefort, que se há de fazer... Smile

    Vou ver no que dá!! Meninas, co-autoras da outra fic, todos do fórum, ajudem-me dando feedbacks...

    Espero que gostem!

    Beijos! drunken pirat


    Última edição por Comte Athos de La Fére em Seg Jan 21, 2013 3:23 am, editado 1 vez(es)
    avatar
    Anbel
    Mete Ordem nos Mosqueteiros
    Mete Ordem nos Mosqueteiros

    Número de Mensagens : 538
    Idade : 44
    Localização : Lisboa
    Data de inscrição : 24/04/2009

    Re: Observações da Fanfic VELHOS CAMINHOS

    Mensagem por Anbel em Qua Out 20, 2010 8:30 am

    Estive a ler o que escreveste e o que posso dizer é que gostei bastante… cheers

    Não está nada mal para princípio duma história…antes pelo contrário!!!


    É bastante agradável ver este relacionamento de grande proximidade entre o Capitão de Tréville e Aramis, quase como se fossem mesmo pai e filha…acaba até por ser ternurento o modo como ele fala com ela e como a consola…de certa forma é diferente daquilo que costumamos ver noutras histórias…

    Agora num pequeno aparte só gostava de imaginar qual seria a reacção das outras pessoas que por mero acaso os surpreendessem nesses propósitos…O que é que pensariam disso?
    Seria suficiente para se criar uma grande confusão e muitos mal-entendidos mas como disse antes esta é uma pequena divagação da minha parte… Razz


    Voltando á fic propriamente dita deparamo-nos então com uma situação nova…a família dela decide pedir ajuda ao Rei em pessoa para conseguir localizar Renée D’Herblay…é um bom ponto de partida para uma história porque ao vermos o que Aramis diz ficamos sem saber quais são afinal as motivações dos familiares para a procurarem…teremos então que esperar para ver o que vai acontecer de seguida…

    E também achei muito interessante aquele encontro que ela tem á noite com o Rochefort que aqui nos aparece dum ponto de vista extremamente poético uma vez que parece estar a contemplar a beleza do Inverno…gostei desta descrição dele porque de certa forma está a subir de nível e até ficamos com a sensação de que é sincero e que está mesmo preocupado com o que se passa com Aramis.

    Por aquilo que vi até agora o que posso dizer é que gostei… Very Happy


    Como dizes que não estás muito preocupada com os factos históricos e com a linguagem usada também serei mais suave nas observações que fizer embora me pareça que seja importante ser-se sincero naquilo que se diz.

    É certo que não somos escritores profissionais mas sim amadores que gostam de pôr a imaginação a funcionar e por isso não vamos utilizar aqui os mesmos parâmetros e critérios que se usariam no caso de se estar a lidar com profissionais do sector mas se pudermos aproximar-nos da realidade histórica porque não fazê-lo? Assim sempre se dá mais credibilidade ás coisas… Wink


    Quanto á linguagem é mais importante ter-se atenção quando se está a falar com os Reis ou com pessoas demasiado importantes, quer seja pelo lugar que ocupam (por exemplo, o Primeiro-Ministro) ou pelos títulos que ostentam (Duques, Condes, etc…). É que pelos costumes da época estas pessoas estão num estrato social diferente e isso é demonstrado pela forma como falam com os outros…normalmente existe um certo distanciamento entre elas e os outros…inclusivamente nos relacionamentos familiares entre marido e mulher ou entre pais e filhos existia esta espécie de afastamento linguístico entre eles…

    Isto quer dizer que por exemplo os nobres quando falavam com os seus filhos tratavam-nos duma forma impessoal e algo distante…o mesmo também se aplicava por maioria de razão aos servos e criados que trabalham para eles…
    Era assim que as coisas funcionavam na época…

    Mas de resto as outras personagens até podem falar de modo mais informal…também não será por aí que haverá problema…


    Mas voltando á fic não te preocupes muito com essas coisas…vai escrevendo na medida da tua vontade…quanto a nós cá estaremos para dar opiniões e sugestões se for do teu agrado…

    E se não for podes sempre mandar-nos calar…
    Continua a escrever porque queremos saber o que vai acontecer neste encontro do Aramis com o Rochefort… lol!
    avatar
    Athos de La Fère
    General dos Mosqueteiros
    General dos Mosqueteiros

    Número de Mensagens : 1468
    Idade : 37
    Localização : São Paulo - SP / Brasil
    Humor : Instável
    Data de inscrição : 16/09/2009

    A França no século XVII

    Mensagem por Athos de La Fère em Qua Out 20, 2010 11:24 am

    Anbel, Anbel, Anbel!!! Obrigadaaaaaa!! Muito obrigada pelos feedbacks... é claro que sempre os quero "ouvir"...

    Realmente esta está sendo uma tentativa bastante humilde e simples... estou tentando não fazer nada muito rebuscado... porque é um exercício para mim... vou me exercitando e melhorando com o tempo.. quem sabe um dia chego a escrever bem?!
    Se depender dos vossos conselhos, eu sei que sim, porque são sempre observações pertinentes as que você faz Anbel... e eu vou podendo atentar para fatos que não percebia antes... Agradeço muito que o faça porque o fato de estar dedicando seu tempo a isso implica muito carinho da sua parte... eu agradeço mesmo!! Smile

    Nunca pedirei que vocês calem, jamais!! Continuem por favor!

    Estou de pleno acordo que a conotação histórica é muito importante e que dão mais credibilidade ao nosso texto... na medida do possível, tentarei não cometer muitas gafes...
    E sim, tens razão novamente sobre a questão da linguagem ser diferentes e marcar a forma de tratamento das pessoas, Reis e Rainhas, Nobres, pais e mães, etc. Também serei mais atenta a essa forma... é que observo que até os tempos verbais eram diferentes no passado, os Português arcaico era falado de forma muito peculiar à época... vamos ver se me saio melhor...

    E fiquei muito, muito feliz mesmo que tenhas gostado!!! Uuuhuuuu!!! Isso dá forças para continuar escrevendo.. mas sabe o que me motivou, foi ver todos escrevendo e a saudade da Fic da Fraulein da qual ainda não vi desfecho!!!

    Obrigadaaaaaaaaa!! Espero que gostem deste meu primeiro trabalho "solo"... hehehehehehe é tão engraçado! Razz
    avatar
    degen_aramis
    Mosqueteiro
    Mosqueteiro

    Número de Mensagens : 66
    Idade : 39
    Localização : coimbra
    Humor : gosto de rir
    Data de inscrição : 17/07/2010

    Re: Observações da Fanfic VELHOS CAMINHOS

    Mensagem por degen_aramis em Qua Out 20, 2010 12:52 pm

    Alô, Camilla, pois sim, fico contente por te teres sentido com vontade de também arrancares com uma fic de tua autoria!!! E pelos dois capitulos, a história pode ter-te parecido "um tiro no ar", mas o que interessa é o gosto que nos dá escrever as histórias.... e a tua tem boas pernas para andar!!! Ideia deveras interessante de os familiares de Renèe a quererem encontrar... e tudo o que isso vai causar à mosqueteira...adoro o sentimento paternal de Treville!!!
    E depois esbarra naquele que menos precisa de ver... e ainda vai passar a noite em casa de Rochefort... será que Mde. Gertrudes ai ver algo que não deve, no banho de Aramis??? Ou o próprio Rochefort? Não, Aramis tem problemas que cheguem para resolver...vai ser extremamente cautelosa...

    Força aí, e como disse a Anbel, aqui estamos para dar dicas no que for preciso!!! Da minha parte, e usando as alavras dos brasileiros "Força nisso, Camilla!!!" Razz Wink
    avatar
    Athos de La Fère
    General dos Mosqueteiros
    General dos Mosqueteiros

    Número de Mensagens : 1468
    Idade : 37
    Localização : São Paulo - SP / Brasil
    Humor : Instável
    Data de inscrição : 16/09/2009

    Re: Observações da Fanfic VELHOS CAMINHOS

    Mensagem por Athos de La Fère em Qua Out 20, 2010 5:38 pm

    Oiii Degen.... Obrigada também pelo teu apoio!! As palavras só me estimulam...

    Falando um pouco sobre o que vc e a Anbel comentaram sobre o Cap. de Treville.. o sentimento paternal.. enfim.. essa é uma relação que eu também quis explorar mesmo na Fic.. porque eu não vejo como o Cap. de Treville não se afeiçoar á Reneé... estou supondo que talvez ele não tenha filhas... apenas filhos.. sei lá.. mas principalmente, estou entendendo que deveria ter mais aproximação entre os dois... o Cap. de Treville está se arriscando muito há tantos anos por ela.. isso merece mais atenção... imaginem agora com essa repentina busca pela Reneé, se o Rei descobre tudo??? Ohh!! Vamos ter que proteger Aramis, mas também o próprio Capitão.

    Agora, pretendo que Reneé seja mesmo cautelosa para não ser descoberta, pois já está com problemas demais.. porém, acho que vou permitir um leve descuido que não passará desapercebido por Rochefort... hehehe um descuido que não deveria acontecer..

    Obrigada pelo apoio meninas.. vamos ver no que vai dar esta minha Fic..

    Smile
    avatar
    Anbel
    Mete Ordem nos Mosqueteiros
    Mete Ordem nos Mosqueteiros

    Número de Mensagens : 538
    Idade : 44
    Localização : Lisboa
    Data de inscrição : 24/04/2009

    Re: Observações da Fanfic VELHOS CAMINHOS

    Mensagem por Anbel em Qua Out 20, 2010 6:20 pm

    Camilla Nunes escreveu:
    Anbel, Anbel, Anbel!!! Obrigadaaaaaa!! Muito obrigada pelos feedbacks... é claro que sempre os quero "ouvir"...
    Agradeço as tuas simpáticas palavras…
    É bom sentir que aquilo que dizemos é interpretado de forma positiva e que pode contribuir de certa forma para um bom resultado final…

    Não sei se já repararam mas somos extremamente privilegiados por termos esta relação tão próxima com a autora da obra…podemos inclusivamente questioná-la directamente sobre o porquê da escolha de determinada opção…isto nem sempre acontece e pode ser considerado um verdadeiro luxo…

    Obrigada pela tua disponibilidade para ouvires as “críticas”… Very Happy


    Camilla Nunes escreveu:
    Realmente esta está sendo uma tentativa bastante humilde e simples... estou tentando não fazer nada muito rebuscado... porque é um exercício para mim... vou me exercitando e melhorando com o tempo.. quem sabe um dia chego a escrever bem?!

    Costuma-se dizer que a prática faz a perfeição… Wink
    Se a tua ideia é escrever bem considero que vais no bom caminho…
    Escreve mais porque nós por aqui estamos com vontade de ler o que aí vem…


    Camilla Nunes escreveu:
    Se depender dos vossos conselhos, eu sei que sim, porque são sempre observações pertinentes as que você faz Anbel... e eu vou podendo atentar para fatos que não percebia antes... Agradeço muito que o faça porque o fato de estar dedicando seu tempo a isso implica muito carinho da sua parte... eu agradeço mesmo!! Smile

    Só me posso sentir lisonjeada com estas palavras…é bom sentir que as observações que faço podem servir para alguma coisa e que de certa forma ajudam a construir uma boa história…
    É bom ver que os autores de fics (é disso que se trata aqui) estão receptivos a ouvir o que o seu público tem para dizer porque um bom comentário pode ter o dom de contribuir de alguma forma para que o resultado final seja o melhor possível…e como leitora atenta de todas estas histórias é essa a minha intenção… Very Happy

    É que a partir dum determinado ponto também começo a sentir-me como uma espécie de “madrinha” destas obras só pelo simples facto de poder dar a minha opinião de modo tão sincero…e espero que carinhoso…


    Camilla Nunes escreveu:
    Nunca pedirei que vocês calem, jamais!! Continuem por favor!
    Isto significa que temos luz verde para continuar…VIVA!!! cheers


    Camilla Nunes escreveu:
    Estou de pleno acordo que a conotação histórica é muito importante e que dão mais credibilidade ao nosso texto... na medida do possível, tentarei não cometer muitas gafes...
    Sim, é importante respeitar na medida do possível a realidade histórica da época que pretendemos descrever…
    Nós andamos por aqui e se nos apercebermos de alguma coisa não hesitaremos em o dizer… Wink


    Camilla Nunes escreveu:
    E sim, tens razão novamente sobre a questão da linguagem ser diferentes e marcar a forma de tratamento das pessoas, Reis e Rainhas, Nobres, pais e mães, etc. Também serei mais atenta a essa forma... é que observo que até os tempos verbais eram diferentes no passado, os Português arcaico era falado de forma muito peculiar à época... vamos ver se me saio melhor...
    Sim, é verdade…há essa diferença na linguagem…não sei se no Brasil isto será assim tão acentuado mas aqui em Portugal quando se pega num romance histórico passado noutros séculos há esta diferença na maneira como as pessoas se exprimem…
    Será conveniente ter mais atenção a isso quando houver diálogos em que participem pessoas importantes como os Reis ou até Richelieu…de resto pode-se ser mais liberal…


    Camilla Nunes escreveu:
    E fiquei muito, muito feliz mesmo que tenhas gostado!!!
    Gostei imenso…especialmente da forma como as personagens mostram as suas emoções…o Tréville paternal…a Aramis angustiada…o Rochefort prestável…
    Todos eles estão a ser adoráveis…e é claro que isso nos dá vontade de ver como é que a acção se vai desenrolar a seguir…


    Camilla Nunes escreveu:
    Uuuhuuuu!!! Isso dá forças para continuar escrevendo..
    Escreve…escreve pois nós também queremos saber o que vai acontecer de seguida… lol!


    Camilla Nunes escreveu:
    Obrigadaaaaaaaaa!! Espero que gostem deste meu primeiro trabalho "solo"... hehehehehehe é tão engraçado! Razz

    É claro que vamos gostar…e se não gostarmos também o diremos mas parece-me que vem aí uma boa história que nos vai agradar bastante…
    Continua assim… Wink



    Degen_Aramis escreveu:
    Ideia deveras interessante de os familiares de Renèe a quererem encontrar... e tudo o que isso vai causar à mosqueteira...
    Mas porquê é que a família dela não a há-de procurar?
    Normalmente tem-se sempre a mania que os familiares são pessoas frias, insensíveis e interesseiras cujo único objectivo era livrar-se dum empecilho despachando-a para um casamento forçado mas isso pode não ser nada assim tendo também em conta a realidade histórica da época.

    Se nos focarmos exclusivamente nos padrões actuais que regem as sociedades ocidentais em que vivemos podemos dizer que um casamento combinado é uma violência e um atentado á liberdade das pessoas mas se recuarmos uns séculos e formos ver a realidade histórica desta época em concreto as coisas são diferentes…

    Nesta altura a grande preocupação dos responsáveis pela educação dum jovem, independentemente de ser um rapaz ou uma rapariga, era arranjar-lhe um bom futuro que podia passar por um casamento com um bom partido…é que nesta altura as pessoas não casavam porque estavam apaixonadas (isto era extremamente raro)…as pessoas casavam porque era uma maneira de organizarem a vida e de terem uma forma de sustento numa sociedade em que o lugar da mulher era em casa e em que não havia instituições como a Segurança Social…

    O que quero dizer é, que pela minha parte não fico nada espantada se vir aparecer a família sinceramente preocupada com o seu bem-estar…
    Agora vamos ver se é esse o caso aqui nesta fic…


    Degen_Aramis escreveu:
    Força aí, e como disse a Anbel, aqui estamos para dar dicas no que for preciso!!!
    É mesmo esse o espírito…
    Cá estamos para ajudar…se precisares de alguma coisa não hesites em o dizer… Very Happy


    Camilla Nunes escreveu:
    Falando um pouco sobre o que vc e a Anbel comentaram sobre o Cap. de Treville.. o sentimento paternal.. enfim.. essa é uma relação que eu também quis explorar mesmo na Fic.. porque eu não vejo como o Cap. de Treville não se afeiçoar á Reneé... estou supondo que talvez ele não tenha filhas... apenas filhos.. sei lá.. mas principalmente, estou entendendo que deveria ter mais aproximação entre os dois... o Cap. de Treville está se arriscando muito há tantos anos por ela.. isso merece mais atenção... imaginem agora com essa repentina busca pela Reneé, se o Rei descobre tudo??? Ohh!! Vamos ter que proteger Aramis, mas também o próprio Capitão.
    Concordo perfeitamente com essa ideia…sempre achei que o Capitão de Tréville tem um carinho muito especial por ela pois caso contrário não lhe teria prestado todo este apoio ao longo dos anos e só por isso merece toda a nossa consideração e simpatia, especialmente se puder ser de alguma forma prejudicado por a ter protegido.


    Camilla Nunes escreveu:
    Agora, pretendo que Reneé seja mesmo cautelosa para não ser descoberta, pois já está com problemas demais.. porém, acho que vou permitir um leve descuido que não passará desapercebido por Rochefort... hehehe um descuido que não deveria acontecer..
    A Renée guarda este segredo há demasiado tempo o que significa que aprendeu a ser cautelosa e a saber como se comportar para não revelar a sua verdadeira natureza…Por isso não a estou a ver a descuidar-se assim por completo ao ponto de desvendar sem mais nem menos que na realidade é uma mulher mas é claro que não nos podemos esquecer que neste momento ela está bastante enervada e preocupada o que significa que pode fazer algo que levante algum tipo de suspeita e que não passe despercebido a um observador Rochefort!!!



    Aliás não quero deixar de dizer que estou agradavelmente surpreendida com ele…Rochefort está mesmo a revelar-se um autêntico cavalheiro e um bom samaritano…

    Espero que estes sentimentos sejam para durar porque estou a adorar este Rochefort! pirat

    Quem é que imaginaria que ele pudesse dar abrigo a um “inimigo”? Surpreendente mesmo…

    Estás mesmo a conseguir cativar-nos para sabermos o que vai acontecer de seguida em casa de Rochefort!!!

    Esperemos estão pelo próximo capítulo!!! Very Happy
    avatar
    Athos de La Fère
    General dos Mosqueteiros
    General dos Mosqueteiros

    Número de Mensagens : 1468
    Idade : 37
    Localização : São Paulo - SP / Brasil
    Humor : Instável
    Data de inscrição : 16/09/2009

    A França no século XVII

    Mensagem por Athos de La Fère em Qui Out 21, 2010 4:14 am

    Gente, estou deixando a imaginação correr pra escrever esta fic... a técnica "secreta" é abrir o post de continuação e sair digitando... depois faço 3 revisões tentando corrigir possíveis erros de ortografia e gramática e também alterando alguns trechos que poderiam ter sido melhor escritos...
    Ainda estou apanhando pois o texto, para mim, está longe de ser uma boa narrativa... tenho saído-me melhor nos diálogos, mas mesmo assim, ainda tenha a dificuldade de adaptar a linguagem para a linguagem da época.. um português arcaico que é tão prazeroso de se ouvir, mas tão difícil de escrever...

    Anbel, no Brasil, na literatura clássica, há sim o português arcaico... bastante... Machado de Assis e demais escritores da velha guarda escreviam assim e nas obras originais que ainda são publicadas regularmente por conta dos vestibulares e do conteúdo programático das escolas, a linguagem é preservada... acho que justamente pelo que defendemos aqui, dar credibilidade... imagine só ler o romance A Moreninha numa linguagem moderna... não ia ter o mesmo impacto... e não ia fazer o transporte à época... a linguagem faz voltar no tempo... Smile

    Vou continuar escrevendo então e sempre contando com as vossas dicas!! Elas são muito importantes!!

    A família da Reneé está a procura dela não se sabe bem porque... eu já vou pensar num bom desfecho para este clímax... e... a relação do Cap. de Treville com sua filha "postiça" Reneé vai ficar mais forte e é claro que todos acabaram envolvidos no caso de haver a necessidade de proteger o capitão... mas será que o segredo de Aramis precisará mesmo ser revelado???


    E o Rochefort... resignado... terá se arrependido do que fez no passado?? Porque esta súbita aproximação de Aramis? Suspeita ele de alguma coisa? Está sabendo de algo sobre a família de Aramis, está envolvido nisso???


    Very Happy

    E os demais amigos de Aramis, Athos, Porthos e D'Artagnan, onde é que estão?

    Não percam as cenas dos próximos capítulos!! hehehe

    Vou tentar fazer uma fic curta, heim?! Talvez uns 7 capítulos... vejamos!!

    Aí vou eu!! E mais uma vez, AGRADEÇOOOO!! Smile



    avatar
    degen_aramis
    Mosqueteiro
    Mosqueteiro

    Número de Mensagens : 66
    Idade : 39
    Localização : coimbra
    Humor : gosto de rir
    Data de inscrição : 17/07/2010

    Re: Observações da Fanfic VELHOS CAMINHOS

    Mensagem por degen_aramis em Qui Out 21, 2010 5:12 pm

    Camilla mais uma vez apenas posso expressar parabéns pela volta que estás a dar à tua "não-pensada" fic!!!
    Mas para quem não tinha pensado - que reviravolta!!! E bem conseguida!!!

    Adorei a descrição de Aramis - uma pessoa super cuidadosa, sempre a zelar de que nada se fique a descobrir - e depois deixa-se levar pelas emoções, por causa de tudo em que estava apensar ao mesmo tempo... com aquele que menos esperava.... e remata tudo com "MULHER!"

    O que se seguirá??Rochefort muda outra vez de ideias, e esquece toda a sua subtileza e atitude gentil para com Aramis? Ou vai reagir de forma compreensiva?? Ou agressiva??

    E como disseste bem - e os amigos dela? E salvaguardar o capitão??? Será que vai surgir um aliado em Rochefort??

    E só para terminar - não importa se fizeres apenas uma fic "curtinha" - o que importa é o gosto em escrever e a alegria em querer partilhar com os outros!!! Um pequeno "à-parte" pessoal: para compensar com fic compridona, aqui estou eu ao serviço Razz Razz A eterna "doida" por escrever vai deixando os dedos correr....logo, logo me vão escorraçar daqui por entupir o fórum...estou a brincar, sei que não!!! Razz
    avatar
    Lyrrinne
    Estou de olho no que fazes!
    Estou de olho no que fazes!

    Número de Mensagens : 1847
    Idade : 40
    Localização : Portugal
    Humor : Amalucado
    Data de inscrição : 16/02/2008

    Re: Observações da Fanfic VELHOS CAMINHOS

    Mensagem por Lyrrinne em Sex Out 22, 2010 5:25 pm

    Camilinha lamentavelmente ainda não li a fic mas irei ler assim que tiver um tempinho não me esqueci... Embarassed

    avatar
    Athos de La Fère
    General dos Mosqueteiros
    General dos Mosqueteiros

    Número de Mensagens : 1468
    Idade : 37
    Localização : São Paulo - SP / Brasil
    Humor : Instável
    Data de inscrição : 16/09/2009

    Re: Observações da Fanfic VELHOS CAMINHOS

    Mensagem por Athos de La Fère em Sex Out 22, 2010 5:58 pm

    Degen, que legal ver o que achou da fic... obrigada pelas palavras encorajadoras, espero mesmo ter atingido o objetivo que era escrever uma história pelo menos convincente...
    E por favor, estou ansiosa pelos demais milhões de capítulos que vc escreve, porque suas fics são muito envolventes... Smile

    Minha amiga Lyrrinne, não se preocupe... eu sei que são muitas as correrias do dia-a-dia, nem sempre temos tempo pra tudo.. Smile eu espero vc ler e dar os seus feedbacks...

    Obrigada meninas.. mesmo... estão me motivando tanto que já estou com uma outra fic na cabeça.. realidade alternativa agora... a história dos nossos queridos no nosso tempo!!
    avatar
    Athos de La Fère
    General dos Mosqueteiros
    General dos Mosqueteiros

    Número de Mensagens : 1468
    Idade : 37
    Localização : São Paulo - SP / Brasil
    Humor : Instável
    Data de inscrição : 16/09/2009

    Re: Observações da Fanfic VELHOS CAMINHOS

    Mensagem por Athos de La Fère em Sab Out 23, 2010 6:49 am

    Meninas, mas esse meu Rochefort tá tão perfeito que tá enjoando... preciso por um defeito nele né... tá tão lindo, perfumado, com voz bonita... o que mais precisa!! Aaaah!!!

    O Athos tá perdendo terreno!!

    Ah, sim, QUERO LEMBRAR, que a imagem que eu faço das minhas personagens de Sanjuushi baseia-se nos fanarts da Mokugyo... heim... se fosse nos gráficos de Sanjuushi original não iam ser assim tão bonitos... O Rochefort principalmente. Mas o da Mokugyo.... aí sim!!!
    avatar
    Anbel
    Mete Ordem nos Mosqueteiros
    Mete Ordem nos Mosqueteiros

    Número de Mensagens : 538
    Idade : 44
    Localização : Lisboa
    Data de inscrição : 24/04/2009

    Re: Observações da Fanfic VELHOS CAMINHOS

    Mensagem por Anbel em Seg Out 25, 2010 2:50 pm

    Camilla...estive a ler o que ainda me faltava e o que posso dizer é que estou a adorar a forma como esta história está a ser desenvolvida. Very Happy

    Todas aquelas cenas que decorrem na casa de Rochefort são simplesmente deliciosas principalmente a sucessão de quedas e ataques que se desenrolam ao longo de toda a noite…acho muito gira e até ternurenta a primeira cena do Rochefort adormecido e a forma como Aramis se preocupa com ele porque é uma visão completamente diferente daquela que temos quando pensamos na série… Razz


    Vais no bom caminho pois para quem decidiu dar início a uma fic sem se preocupar muito com o enredo propriamente dito até não te estás a sair nada mal. Estás a conseguir criar uma história convincente, lógica e até muito bem descrita nos pormenores pois consigo imaginar muito bem todas aquelas “cenas de luta” entre Aramis e Rochefort…ora agora caio eu ora agora cais tu…simplesmente hilariante!!! Razz


    E aquela parte final em que Aramis decide revelar duma vez por todas o seu segredo aos amigos? Também está muito interessante e cativante…e tão emocional!!!

    Para já só tenho que te dar os parabéns porque esta fic está a seguir um caminho muito entusiasmante…é verdade que até agora não tem havido grandes lutas ou intrigas mas por vezes também é preciso seguir caminhos mais suaves.
    E é óbvio que não nos podemos esquecer da tal carta da família de Renée, que pressupõe que há algum tipo de tramóia no horizonte… Rolling Eyes


    Portanto para já só nos resta esperar para ver que o que vai acontecer de seguida agora que os amigos e Rochefort estão ao corrente do segredo de Aramis…e a propósito de Rochefort concordo perfeitamente com o que dizes sobre ele estar a tirar terreno a Athos…eu própria também já tinha sentido isso e até comecei a pensar se aqui nesta história até nem seria a vez dele de ter algum sucesso naqueles domínios em que Athos costuma triunfar…é que até agora ele tem aparecido duma forma muito mais cativante do que o Athos…inclusivamente ainda pensei se não seria ele a reconfortar Aramis/Renée no momento em que se dá a revelação da verdade mas acho que se isso acontecesse o escritório do Capitão de Tréville não duraria muito com um enfurecido Porthos a partir tudo e a dizer que Aramis e Rochefort estavam com toda a certeza feitos um com o outro desde o princípio!!! Cool


    Mas olha, estou a gostar muito do desenvolvimento que estás a dar á história e espero que a Musa te continue a inspirar para vermos o que vai acontecer de seguida…e também é verdade que este Rochefort está a precisar de ter algum defeito mesmo…só para nos recordar um pouco o Rochefort do costume…mas de resto não está nada mau… Wink
    avatar
    degen_aramis
    Mosqueteiro
    Mosqueteiro

    Número de Mensagens : 66
    Idade : 39
    Localização : coimbra
    Humor : gosto de rir
    Data de inscrição : 17/07/2010

    A França no século XVII

    Mensagem por degen_aramis em Ter Out 26, 2010 11:53 am

    Athos de la Fère escreveu:Meninas, mas esse meu Rochefort tá tão perfeito que tá enjoando... preciso por um defeito nele né... tá tão lindo, perfumado, com voz bonita... o que mais precisa!! Aaaah!!!

    O Athos tá perdendo terreno!!

    Ah, sim, QUERO LEMBRAR, que a imagem que eu faço das minhas personagens de Sanjuushi baseia-se nos fanarts da Mokugyo... heim... se fosse nos gráficos de Sanjuushi original não iam ser assim tão bonitos... O Rochefort principalmente. Mas o da Mokugyo.... aí sim!!!

    Caríssima autora Athos/Camilla: apenas posso dizer que não serás a única a sentires inspiração nos fanarts da Mokugyo, e que a nível de Rochefort... também alguém um dia teria que lhe dar oportunidade de ser um nobre... e de se sentir da forma tão bonita como o descreveste - arrependido por tudo o que fez no passado... Bom, a ideia também já me caiu nas mãos, apenas posso dizer que aquilo que já tinha escrito vem realçar o lado positivo e nobre do Rochefort... parecido com o teu... Razz Mas apenas parecido!! E sim - ele deste jeito precisa mesmo de uma nódoa no casaco...ou será que mudou mesmo tão radicalmente, que é mesmo tão perfeitinho assim??? Cool

    E como já foi dito anteriormente, se precisares de alguma ideia inspiradora/ajuda para dar a volta à tal carta, não hesites em perguntar - cá se está para dar uma "forcinha" lol!
    avatar
    Athos de La Fère
    General dos Mosqueteiros
    General dos Mosqueteiros

    Número de Mensagens : 1468
    Idade : 37
    Localização : São Paulo - SP / Brasil
    Humor : Instável
    Data de inscrição : 16/09/2009

    Re: Observações da Fanfic VELHOS CAMINHOS

    Mensagem por Athos de La Fère em Qua Out 27, 2010 6:52 am

    É... eu talvez tenha alguma queda por vilões... ou no mínimo, anti-heróis...
    E aí, gosto de fazê-los bonzinhos, tentanto 'consertar-se'... e imaginei um Rochefort renovado... percebendo que errou e tentando recuperar o tempo perdido... um pouco, bem pouco, na ótica de Dumas, que fez o Rochefort um vilão e no fim, um amigo...

    Não vejo a hora de ver o seu Rochefort... que tens guardado para o meu 2° favorito?

    Obrigada pela força novamente, e pela ajuda oferecida.. não terei dúvidas em pedi-la se necessário... Valeu mesmo Degen!!

    Anbel, também agradeço por teres lido inteira a fic até aqui... com o relato que fizeste da leitura.. percebo que a atingi o objetivo... traduziste minhas ideias... foi exatamente o que esperei causar ao leitor... que imaginasse as cenas, que se divertisse, no caso das cenas na casa de Rochefort e que se emocionasse na revelação do segredo... que bom, que bom!!

    Agora confesso a vocês que, agora é que vem o desafio... preciso mesmo colocar em pauta a questão da carta e dar solução ao mistério... não posso simplesmente esquecer... e essa está sendo a maior dificuldade... não quero perder detalhes e não posso escrever algo que substime a inteligência de ninguém... preciso ser mais convincente do que nunca... vou tentar!! Smile

    Hummm... quanto a Rochefort e Aramis... quem sabe?! Twisted Evil
    avatar
    Anbel
    Mete Ordem nos Mosqueteiros
    Mete Ordem nos Mosqueteiros

    Número de Mensagens : 538
    Idade : 44
    Localização : Lisboa
    Data de inscrição : 24/04/2009

    Re: Observações da Fanfic VELHOS CAMINHOS

    Mensagem por Anbel em Sex Out 29, 2010 1:50 pm

    Camilla Nunes escreveu:
    É... eu talvez tenha alguma queda por vilões... ou no mínimo, anti-heróis...
    E aí, gosto de fazê-los bonzinhos, tentanto 'consertar-se'... e imaginei um Rochefort renovado... percebendo que errou e tentando recuperar o tempo perdido... um pouco, bem pouco, na ótica de Dumas, que fez o Rochefort um vilão e no fim, um amigo...
    Porque é que não havemos de acreditar no poder da mudança dos vilões? Rolling Eyes

    Por vezes é complicado mas não podemos dizer que é impossível e se calhar é isso que pretendes retratar aqui baseando-te um pouco naquilo que foi a ideia original de Alexandre Dumas e que de certa forma também acabou por aparecer na série quando Rochefort e os mosqueteiros se aliam para lutarem contra o Máscara de Ferro.

    É perfeitamente plausível imaginar um Rochefort a chegar a um ponto da sua vida e começar a pensar no que fez…e quem nos diz que ele não é mesmo sincero quando pretende mudar de rumo?

    Até agora ele tem sido bastante convincente nos seus comportamentos…vamos ver se ele se vai manter assim ou se ainda assistimos a alguma reviravolta nesta história… Cool


    Camilla Nunes escreveu:
    Anbel, também agradeço por teres lido inteira a fic até aqui... com o relato que fizeste da leitura.. percebo que a atingi o objetivo... traduziste minhas ideias... foi exatamente o que esperei causar ao leitor... que imaginasse as cenas, que se divertisse, no caso das cenas na casa de Rochefort e que se emocionasse na revelação do segredo... que bom, que bom!!
    Não tens nada que agradecer! lalala

    Simplesmente não podia ficar sem saber o que ia acontecer em casa de Rochefort… Cool

    E além disso é muito fácil seguir a tua escrita pois exprimes-te duma maneira clara e coerente que puxa pela nossa imaginação e nos permite visualizar na perfeição as cenas que estás a idealizar…

    Nota-se que há da tua parte a preocupação de te fazeres compreender e isso é essencial quando se está a escrever uma história. Para que haja sucesso e interesse por parte dos leitores é necessário que se consiga acompanhar as ideias do autor e isso é perfeitamente conseguido nos teus capítulos. Podemos imaginar todo o decorrer da acção quase como se estivéssemos ao teu lado e para mim essa deve ser a grande preocupação dos escritores que pretendem ter sucesso na sua obra…escrever de forma a que o que está na sua mente seja facilmente perceptível para quem está fora e isso é algo que tu consegues muito bem.

    Parabéns! Very Happy

    Um dia disseste-me que eu escrevia muito bem…
    É altura de te retribuir o cumprimento pois a tua forma de escrever também é bastante cativante e muito acessível.

    Continua assim! Very Happy


    Camilla Nunes escreveu:
    Agora confesso a vocês que, agora é que vem o desafio... preciso mesmo colocar em pauta a questão da carta e dar solução ao mistério... não posso simplesmente esquecer... e essa está sendo a maior dificuldade... não quero perder detalhes e não posso escrever algo que substime a inteligência de ninguém... preciso ser mais convincente do que nunca... vou tentar!! Smile
    Pois é…a história da carta vai ter que evoluir mesmo!!! Suspect

    Acho que isso também vai depender das verdadeiras intenções de quem a escreveu…serão eles sinceros quando dizem que procuram a Renée ou este é apenas um meio para conseguirem atingir algum outro objectivo mais sombrio…quem sabe relacionado com o facto de Renée, François e o Príncipe Phillipe terem estado juntos em Noisy-Le-Sec no passado?

    Acho que este é um assunto que pode ter muitos desenvolvimentos, tudo dependendo das voltas que pretenderes dar á intriga… Cool


    Camilla Nunes escreveu:
    Hummm... quanto a Rochefort e Aramis... quem sabe?! Twisted Evil
    Pois é…também acaba por ser uma boa hipótese…especialmente com um Rochefort tão apetecível como este que tem estado a ser descrito… Razz

    No domínio da imaginação tudo é possível mesmo… Cool

    Cá ficamos á espera para ver que voltas é que vais dar a esta história…e já sabes, se não fores convincente terás aqui uma fã muito danada a “puxar-te as orelhas”…mas algo me diz que não será necessário chegarmos a esse ponto!

    Então põe a imaginação a trabalhar… Cool
    avatar
    Athos de La Fère
    General dos Mosqueteiros
    General dos Mosqueteiros

    Número de Mensagens : 1468
    Idade : 37
    Localização : São Paulo - SP / Brasil
    Humor : Instável
    Data de inscrição : 16/09/2009

    Re: Observações da Fanfic VELHOS CAMINHOS

    Mensagem por Athos de La Fère em Dom Nov 07, 2010 1:06 pm

    Olá!!! Smile

    Acho que já tenho elementos para continuar a história... como vêem, eu já consegui dar um título para ela... inspirei-me na música de Loreena Mckennitt...

    The Old Ways

    Listen:




    THE OLD WAYS
    Loreena Mckennitt

    The sea is calling me home, home to you.
    The pounding sea is calling me home, home to you.

    On a dark new year's night
    on the west coast of Clare
    I heard your voice singing.
    Your eyes danced the song,
    your hands played the tune.
    T'was a vision before me.

    We left the music behind and the dance carried on
    as we stole away to the seashore
    and smelt the brine, felt the wind in our hair
    and with sadness you paused.

    Suddenly, I knew that you'd have to go.
    Your world was not mine, your eyes told me so.
    Yet it was there I felt the crossroads of time
    and I wondered why.

    As we cast our gaze on the tumbling sea,
    a vision came o'er me,
    of thundering hooves and beating wings
    in the clouds above.

    As you turned to go, I heard you call my name.
    You were like a bird in a cage, spreading its
    wings to fly.
    'The old ways are lost', you sang as you flew
    and I wondered why.

    The thundering waves are calling me home, home to you.
    The pounding sea is calling me home, home to you.

    The pounding waves are calling me home, home to you.
    The pounding sea is calling me home, home to you.

    The pounding waves are calling me home, home to you.
    The pounding sea is calling me home, home to you.
    avatar
    Anbel
    Mete Ordem nos Mosqueteiros
    Mete Ordem nos Mosqueteiros

    Número de Mensagens : 538
    Idade : 44
    Localização : Lisboa
    Data de inscrição : 24/04/2009

    Re: Observações da Fanfic VELHOS CAMINHOS

    Mensagem por Anbel em Ter Nov 09, 2010 2:30 pm

    É uma excelente notícia saber que já encontraste inspiração para continuar a história e inclusivamente para lhe dares um título! Very Happy

    E é bom ver que já há desenvolvimentos por aqui…por exemplo começamos a perceber quais são os motivos que levam a família Herblay a querer procurá-la…Eles estão falidos, á beira da ruína financeira e a sobrinha parece ser a única hipótese de evitar essa situação ao submeter-se a um casamento forçado.

    Infelizmente estes eram casos muito frequentes! Neutral
    Os casamentos eram meros meios de alcançar determinados objectivos, quer a nível económico, quer no domínio do prestígio social que muitas vezes estava associado a um bom matrimónio…

    Percebe-se perfeitamente os motivos que levaram Renée a fugir…Há ali uma certa “disputa” entre os Duchateau para ver quem a vai desposar…isto é simplesmente horrível para uma mulher…ser apenas um mero objecto de troca!!!

    Quase que me atreveria a dizer que os tios podem nem ser más pessoas Rolling Eyes
    Possivelmente o que os move é apenas o desejo de evitar o descalabro total da família provocado pelas dificuldades económicas…


    Agora o senhor Alexander Duchateau é que parece ser mesmo bera

    Ele só quer a Renée para se vingar de supostas ofensas que ela terá cometido contra o pai dele ao recusar o casamento mas é incapaz de perceber as motivações dela, começando pela enorme diferença de idades entre os dois…ele ia a caminho dos 60 anos enquanto ela ainda não tinha chegado aos 20…
    É lastimável mas estes factores não eram tidos em consideração quando se combinavam os casamentos…

    Acho que nos podemos mesmo preparar para actos vis e desprezíveis vindos dessa personagem…basta ver a forma como ele está a organizar a busca de Renée…uma caçada…ainda por cima, de ouro. Vê-se que ele tem um certo prazer em usar e desprezar os outros… Evil or Very Mad

    Pelo menos a grande vantagem de Renée/Aramis é que agora já pode contar com os seus amigos para a ajudarem a defender-se e a proteger-se deste infame duque porque com toda a certeza eles estarão do lado dela para tudo o que for preciso.
    E é claro que não nos podemos esquecer de Rochefort que continua a aparecer sob uma nova visão. Cool

    Para já o que posso dizer é que ele parece bastante sincero nas suas posições mas fica sempre uma pequena dúvida…será que é mesmo assim? Rolling Eyes

    Para termos a resposta a esta pergunta teremos que esperar para ver o que os próximos capítulos nos vão trazer…mas até agora estou a gostar bastante do rumo que estás a dar á história… Very Happy

    E não me esqueço também daquele pequeno “conflitozinho” entre Rochefort e Porthos por causa do…Cardeal… Razz

    Rochefort é o sempre fiel aliado de Richelieu e isso ninguém pode pôr em causa…


    Vamos ver se o gabinete do Capitão de Tréville vai resistir… lol!

    Aguardemos então pela continuação… Cool
    avatar
    Athos de La Fère
    General dos Mosqueteiros
    General dos Mosqueteiros

    Número de Mensagens : 1468
    Idade : 37
    Localização : São Paulo - SP / Brasil
    Humor : Instável
    Data de inscrição : 16/09/2009

    A França no século XVII

    Mensagem por Athos de La Fère em Ter Nov 09, 2010 3:48 pm

    hihihihihihihihihi

    Não podia perder a chance de colocar um Porthos que estava ainda meio enfurecido com Reneé descontar sua raiva um bocado em Rochefort..... nunca foram amigos..
    Agora pretendo que o nosso resignado e arrependido Rochefort obtenha perdão dos Mosqueteiros... e em especial de um deles que quase morreu por causa dele.... já o sabem, o Athos... Smile

    Fofiiiiiiiiiinhos!! drunken pirat

    É que não dá pra esperar que tantas mágoas e ressentimentos se resolvam assim tranquilamente... sem nenhuma crise... como se nada tivesse acontecido antes.. hehehe

    E eles lutaram muiiiiiiito um contra o outro...

    E o nosso Duque.. esse sim é uma criatura vil.... e asqueroso.... aaaaah!!! Um homem de meter medo.. pq ele mesmo não teme nada e ninguém... vamos ver onde esta história nos vai levar!!! Smile

    Continuem comentando... obrigada de novo Anbel! Sempre!! cheers
    avatar
    Anbel
    Mete Ordem nos Mosqueteiros
    Mete Ordem nos Mosqueteiros

    Número de Mensagens : 538
    Idade : 44
    Localização : Lisboa
    Data de inscrição : 24/04/2009

    Re: Observações da Fanfic VELHOS CAMINHOS

    Mensagem por Anbel em Qua Nov 10, 2010 2:30 pm

    Camilla Nunes escreveu:
    hihihihihihihihihi

    Não podia perder a chance de colocar um Porthos que estava ainda meio enfurecido com Reneé descontar sua raiva um bocado em Rochefort..... nunca foram amigos..
    Obviamente que não… Razz

    Rochefort foi um grande inimigo dos mosqueteiros…mesmo que agora esteja arrependido e queira iniciar uma nova etapa na sua vida tem que haver uma certa dúvida para os outros…

    Não faria muito sentido ele chegar ali, pedir desculpas e ficar tudo bem… Rolling Eyes

    Só faltava abraçarem-se todos a chorar emocionadamente… Razz

    Esta cena de confronto entre eles está excelente…é bastante credível e está de acordo com a situação…


    Camilla Nunes escreveu:
    Agora pretendo que o nosso resignado e arrependido Rochefort obtenha perdão dos Mosqueteiros... e em especial de um deles que quase morreu por causa dele.... já o sabem, o Athos... Smile

    Pois…resta saber como é que o Athos vai reagir ao ficar a saber isso…

    Será que vai ficar…furioso??? Shocked


    Camilla Nunes escreveu:
    Fofiiiiiiiiiinhos!! drunken pirat

    É que não dá pra esperar que tantas mágoas e ressentimentos se resolvam assim tranquilamente... sem nenhuma crise... como se nada tivesse acontecido antes.. hehehe

    E eles lutaram muiiiiiiito um contra o outro...
    E assim sempre aproveitas para pôr o Capitão de Tréville com os cabelos em pé ao ver toda aquela balbúrdia no seu gabinete… Razz


    Camilla Nunes escreveu:
    E o nosso Duque.. esse sim é uma criatura vil.... e asqueroso.... aaaaah!!! Um homem de meter medo.. pq ele mesmo não teme nada e ninguém... vamos ver onde esta história nos vai levar!!! Smile

    Pois é…já deu para ver o mau carácter desta personagem… Blood

    Também é certo que precisamos de vilões e se o Rochefort muda de equipa é necessário arranjar quem o substitua e este duque parece ter todos os ingrediente para isso…

    Esperamos então pelos próximos desenvolvimentos…


    Camilla Nunes escreveu:
    Continuem comentando... obrigada de novo Anbel! Sempre!! cheers
    Obrigada eu… Loveee

    É claro que estarei por aqui se for essa a tua vontade…
    avatar
    Anbel
    Mete Ordem nos Mosqueteiros
    Mete Ordem nos Mosqueteiros

    Número de Mensagens : 538
    Idade : 44
    Localização : Lisboa
    Data de inscrição : 24/04/2009

    Re: Observações da Fanfic VELHOS CAMINHOS

    Mensagem por Anbel em Dom Jan 20, 2013 2:30 pm

    É uma grande surpresa ver que esta fic não está esquecida e que existe uma continuação…Very Happy
    São excelentes notícias especialmente para quem tem curiosidade em saber qual o rumo desta história. Agora só preciso é de tempo para ler e reler tudo o que diz respeito a esta fic...
    E já agora, uma outra questão… Que tal mudarmos o nome do tópico? Afinal a fic já tem título… Cool
    avatar
    Athos de La Fère
    General dos Mosqueteiros
    General dos Mosqueteiros

    Número de Mensagens : 1468
    Idade : 37
    Localização : São Paulo - SP / Brasil
    Humor : Instável
    Data de inscrição : 16/09/2009

    Re: Observações da Fanfic VELHOS CAMINHOS

    Mensagem por Athos de La Fère em Seg Jan 21, 2013 3:20 am

    Acho ótima a idéia de mudar o nome do tópico.... a Fic tem o título de Velhos Caminhos...

    Eu não podia deixar estas fics sem continuação... pensei nelas todos estes anos que estive ausente.. sempre imaginando quando viria o tempo de terminá-las... e esse tempo chegou!! Smile Estou aqui dedicada a acabá-las e acabá-las bem... Smile

    Espero que gostem do rumo que elas tem tomado... como foi há muito que as comecei, acho que perdi um pouco a mão da escrita... acho que elas estavam melhores antes do que estão hoje.. sinto que em vez de escrever melhor, estou escrevendo pior... mas que fazer... estou dando o melhor de mim nestes textos... Smile Obrigada por lerem...

    Anbel, e um especial obrigada a ti que sempre fazes comentários muito pertinentes e que me fazem melhorar e crescer...
    avatar
    Athos de La Fère
    General dos Mosqueteiros
    General dos Mosqueteiros

    Número de Mensagens : 1468
    Idade : 37
    Localização : São Paulo - SP / Brasil
    Humor : Instável
    Data de inscrição : 16/09/2009

    Re: Observações da Fanfic VELHOS CAMINHOS

    Mensagem por Athos de La Fère em Qui Jan 31, 2013 10:13 am

    Este é o método Rochefort e Treville de treinar seus homens... A la Capitão Nascimento...



    Perdão os palavrões, o filme Tropa de Elite é cheio de deles... mas a cena do Conceito de Estratégia vale a pena!

    Conteúdo patrocinado

    Re: Observações da Fanfic VELHOS CAMINHOS

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Seg Nov 20, 2017 7:22 am