Sanjuushi Home Realm Forum

Um fórum para reunir todos os fãs de lingua portuguesa da série Sanjuushi, os 3 mosqueteiros, e da cultura japonesa!

Devido a motivos pessoais e profissionais a Administração do fórum encontra-se algo parada, bem como a publicação de novos posts, pede-se encarecidamente a todos os membros interessados para que ajudem neste período de hiato prolongado.

    A minha fanfic

    Compartilhe
    avatar
    Fraulein Andreia MC
    Capitão dos Mosqueteiros
    Capitão dos Mosqueteiros

    Número de Mensagens : 544
    Idade : 30
    Localização : Lisboa
    Data de inscrição : 06/05/2009

    Re: A minha fanfic

    Mensagem por Fraulein Andreia MC em Seg Fev 22, 2010 1:22 am

    Sim, o próximo capítulo vai trazer muita, mas mesmo MUITA acção.
    Não te esqueças que o d'Artagnan tem um lado vulneravel e esse é a Constance. Quem atinge Constance, atinge d'Artagnan. Além de que isto pode dar muito jeito aos mauzões, para se vingarem dos mosqueteiros. Especialmente ao Mason. Se o d'Arty vier para salvar a Constance, adivinhem quem também virá?
    avatar
    Athos de La Fère
    General dos Mosqueteiros
    General dos Mosqueteiros

    Número de Mensagens : 1468
    Idade : 37
    Localização : São Paulo - SP / Brasil
    Humor : Instável
    Data de inscrição : 16/09/2009

    Re: A minha fanfic

    Mensagem por Athos de La Fère em Seg Fev 22, 2010 4:30 am

    Ah!! Aramis também irá ajudar a salvar Constance!!

    E claro... que o Athos também irá!!

    Athos, salve a Aramis do Manson!!!

    E Aramis... CORTE A CABEÇA DEEEEEEELE!! (Dei uma de Rainha de Copas de Alice no País das Maravilhas).. zanga
    avatar
    Fraulein Andreia MC
    Capitão dos Mosqueteiros
    Capitão dos Mosqueteiros

    Número de Mensagens : 544
    Idade : 30
    Localização : Lisboa
    Data de inscrição : 06/05/2009

    Re: A minha fanfic

    Mensagem por Fraulein Andreia MC em Seg Fev 22, 2010 5:13 am

    Bingo! LOL
    LOLOLOLOLOL
    Fiquem descansados que eu tenho um final perfeito para ele. LOL
    avatar
    Anbel
    Mete Ordem nos Mosqueteiros
    Mete Ordem nos Mosqueteiros

    Número de Mensagens : 538
    Idade : 44
    Localização : Lisboa
    Data de inscrição : 24/04/2009

    Re: A minha fanfic

    Mensagem por Anbel em Seg Fev 22, 2010 12:12 pm

    Fraulein Andreia MC escreveu:
    Não te esqueças que o d'Artagnan tem um lado vulneravel e esse é a Constance. Quem atinge Constance, atinge d'Artagnan. Além de que isto pode dar muito jeito aos mauzões, para se vingarem dos mosqueteiros.
    Sei perfeitamente que o “calcanhar de Aquiles” de D’Artagnan é a Constance…aliás basta estar familiarizado com a série para se perceber isso…Esta é uma técnica que é usada um bocadinho até á exaustão quanto a mim.

    É que quando os planos da Milady falhavam o que se seguia era sempre o rapto da praxe por assim dizer…ou era a Constance ou o Jean.


    Por vezes até me questiono se não foi esse o motivo que levou Alexandre Dumas a criar uma Constance que estivesse inacessível ao D’Artagnan pelo simples facto de estar casada… e pelo final que ela vem a ter na sua obra.
    É que uma apaixonada morta é uma apaixonada que deixa de ser o ponto fraco do herói… Razz
    avatar
    degen_aramis
    Mosqueteiro
    Mosqueteiro

    Número de Mensagens : 66
    Idade : 39
    Localização : coimbra
    Humor : gosto de rir
    Data de inscrição : 17/07/2010

    temos escritora mosqueteira!!

    Mensagem por degen_aramis em Dom Jul 18, 2010 8:07 pm

    Fraulein Andreia MC escreveu:Bingo! LOL
    LOLOLOLOLOL
    Fiquem descansados que eu tenho um final perfeito para ele. LOL

    Olá, Fräulein Andreia MC,

    deduzo algumas raízes alemãs por detrás do nickname??? e no final dos teus posts igualmente...

    Por estas andanças há algumas horitas, fiquei "capturada" com esta tua fanfic, está mesmo boa!!! Podia ser mesmo uma continuidade do OVA/animé... é uma perspectiva que fica bem, o Manson não morreu, quer vingança, e entram os espanhóis na trama (como já apareciam no OVA), e ainda incluis um "historical background"... study

    Envio só um comentário negativo: para quando tens prevista a continuação??? Falo por mim, que fiquei mesmo em pulgas por saber como vai continuar a trama, especialmente se irá haver um duelo entre Aramis e Manson (desta vez ela ganha... ou o Athos mete-se entre os dois, e é ferido, e cai nos braços dela... ou o Manson vai atrás dos amigos dela, para a atrair para uma cilada... que suspense... será que alguma destas ideias minhas é possível???)

    PARABÉNS pela fanfic, e por favor, quando houver um tempito, prenda o pessoal com a continuação, e mais capítulos... lol!

    Obrigado, e até breve,

    Degen_Aramis
    avatar
    Fraulein Andreia MC
    Capitão dos Mosqueteiros
    Capitão dos Mosqueteiros

    Número de Mensagens : 544
    Idade : 30
    Localização : Lisboa
    Data de inscrição : 06/05/2009

    Re: A minha fanfic

    Mensagem por Fraulein Andreia MC em Seg Jul 19, 2010 4:31 am

    Olá, degen_aramis. Obrigada pelos elogios. LOL Não, não tenho raizes alemãs. Apenas estudo Germanisticas. Não te preocupes, porque tenho boas noticias. O próximo capítulo não vai demorar muito. Já acabei o exames da conclusão da licenciatura e por isso, prepara-te!
    avatar
    Anbel
    Mete Ordem nos Mosqueteiros
    Mete Ordem nos Mosqueteiros

    Número de Mensagens : 538
    Idade : 44
    Localização : Lisboa
    Data de inscrição : 24/04/2009

    Re: A minha fanfic

    Mensagem por Anbel em Seg Jul 19, 2010 1:34 pm

    Degen_Aramis escreveu:
    Podia ser mesmo uma continuidade do OVA/animé...
    Uma continuidade ou uma alternativa ao OVA/Anime??? Suspect
    Por vezes penso que a ideia que a Fraulein está aqui a desenvolver poderia ser uma espécie de “realidade alternativa” baseada no enredo do OVA… Wink

    Espero que a Fraulein não se aborreça com este meu comentário… Razz


    Estou a ver que a Degen_Aramis está cheia de curiosidade para saber como é que esta história vai continuar…ao ponto de até fazer algumas sugestões muito interessantes… Cool

    Parece-me que gostas de pôr a imaginação a trabalhar…e se a escrita te atrai cá estamos á espera de ver as tuas obras… Very Happy

    Gostaríamos de saber o que se passa na tua cabeça e quais são as tuas ideias para o “Anime Sanjushi”… mas este assunto será debatido num outro tópico mais adequado… Wink
    avatar
    Fraulein Andreia MC
    Capitão dos Mosqueteiros
    Capitão dos Mosqueteiros

    Número de Mensagens : 544
    Idade : 30
    Localização : Lisboa
    Data de inscrição : 06/05/2009

    Re: A minha fanfic

    Mensagem por Fraulein Andreia MC em Ter Ago 17, 2010 5:14 am

    Malta, depois dos exames e de um mês na Costa sem net, aqui vai mais um capítulo.

    XV - O fim do principio

    - Levaram a Constance?
    - Sim, eles tiveram essa ousadia. - Confirmou D'artagnan desesperado. - Albert, tu és o único que me pode ajudar. Não tens alguma ideia? Se acontecer alguma coisa à Constance...
    - D'artagnan, de cabeça quente não se resolve nada. - Disse Albert. - A última vez que eu e o Mason nos encontrámos foi nas catacumbas. Temos de começar por algum lado, não é?
    - E eu vou já para lá!
    - D'artagnan, eu vou conti...D'artagnan! - Tarde demais. D'artagnan já tinha partido a alta velocidade. - Por São Patricio, que faço agora?
    - Albert!
    Athos, Porthos e Aramis. Talvez a sua solução tenha chegado.
    - Aínda bem que vocês vieram. O D'artagnan foi ás catacumbas procurar o Mason...
    - E TU DEiXASTE-O IR SOZINHO' - Vociferou Porthos. - Eu já não ia muito com a tua cara, mas isto...
    - Eu bem tentei...
    - Porthos, tu sabes com é o D'artagnan. - Disse Athos. - Vamos ás catacumbas e resolvemos este assunto de uma vez por todas. Albert, vens connosco?
    - Claro.

    Like a Star @ heaven

    As catacumbas de Paris davam arrepios até ao mais corajoso dos homens. No entanto, D'artagnan não deu parte de fraco. Só pensava em encontrart Constance e dar a Mason e aos seus capangas uma lição da qual eles jamais se esqueceriam.
    Depois de algum tempo a caminhar que lhe pareceu uma eternidade, finalmente viu uma pequna luz. Dirigiu-se para lá, na expectativa. Ah, lá estavam eles. E Constance também, amarrada e inconsciente. Escondeu-se, para ver o que acontecia.
    - Para isso trazias também a Inglesa.
    - Ela conseguiu fugir, o que queres que eu faça? Além disso, é ainda melhor, porque ela pode avisar os amiguinhos mosqueteiros e eles virão aqui ter, às nossas mãos. - Garantiu Merceces.
    - Ramirez, a Mercedes tem razão. Esta rapariga é outra das aias da Rainha e quem ela tem mais confiança.
    - Além de que é muito próxima de D'artagnan.
    - O que torna as coisas a nosso favor. Se D'artagnan vier, os amigos também vêm. Incluíndo Aramis.
    - Começo a ficar um pouco farta dessa tua vingançazinha. Deixa os mosqueteiros connosco.
    - Mercedes, deixa o Mason tratar disto. Com ele, todos nós ficamos a ganhar.
    - Pessoas da vossa laia acabam sempre por perder. - Era D'artagnan, que aparecera.
    -Ora, ora... - Mason e os seus comparsas esboçaram um sorriso maquiavélico. - Rapazes, temos visitas.

    Like a Star @ heaven

    Entraram nas catacumbas, decididos a encontrar D'artagnan e Constance. Cada vez mais, Albelt admirava a coragem e a forte relação de amizade que havia entre os seus quatro novos amigos.
    - Aqui, o caminho divide-se em dois. Talvez seja melhor separararmo-nos. O que os que os encontrar primeiro avisa.
    - Assim é mnais rápido.
    - Muito bem, Albert, Porthos, vocês vão por alí. Eu e o Aramis vamos por aqui.
    - Certo.
    Á mediada que andavam, Aramis ficava cada vez mais ansiosa. O que aconteceria se encontrasse Mason? Uma coisa era certa: Mason não iria ficar impune. Por tudo. Pelos seus amigos. Por François.
    Ao lado de Athos, sentia-se, no entanto, mais calma. Era como se ele de certo modio a protegesse de qualquer mal.
    ~- Tudo bem?
    - A voz de Athos despertou-a daqueles pensamentos.
    - Sim...-Respiondeu. - Estou bem. Aliás...obrigadao.
    - Porquê?
    - Por tudo. Por te preocupares, mesmo não sabendo nada sobre ti, embora nos conheçamos à uns bons anos.
    - Já te disse que um dia desrtes cobnto-te a minha história. - Deu-lhe a mão. - Vais ver que vai tudo correr bem.
    - Eu acredito em ti.

    Like a Star @ heaven

    - Até que enfim que nos encontramos, D'artagnan. Onde estão os teus amigos? - Inquiriu Mason.
    - Vim sozinho.
    Mason deu uma gargalhada. - Não sei se és corajoso ou se és estúpido.
    - Eu chego o suficiente para vocês todos. Agora, liberta a Constance.
    - Então, então, rapazes...Vamos a ter calma. Não é preciso teres pressa de ires embora, D'artagnan. Porque não esperas pelos outros? - Disse Mercedes.
    - Deixa-os fora disto! E se tocas na Constance, juro por Deus que...
    - Depois de tudo? Não sei.
    D'artagnan preparou-se para desembainhar a espada. - Estou a avisar-te.
    - Pensas que nós temos medo de um miúdo como tu? - Troçou Ramirez.
    - Pensas que eu tenho medo de cobardes como vocês? - Rataliou D'artagnan.R
    amirez desambainhou a espada. D'artagnan fez o mesmo. Os outros homens foram em auxilio do seu chefe Ramirez. Sim, eles eram imbativeis na arte da esgrima. Aliás eram os melhores de Espanha, como Mercedes já dissera. Contudo, D'artagnan continuava a dar luta, por mais que lhe custasse. Mesmo derrubado, continuaava a levantar-se e a lutar.
    - Já devias ter aprendido. - Disse Mason, deliciado ao ver D'artagnan caído no chão. - Ninguém se mete connosco.
    - Sabes como é. - Ramirez aproximou-se de D'artagnan e agarrou-o pelo braço com tanta força que quase o partia. O Gascão fazia um esforço tremendo para não gritar. - Miúdos como ele nunca aprendem.
    - Se vocãs são assim tão bons, porque é que são vocês todos contra um?
    Porthos e Albert.
    - Pareces que já os encontraram. - Athos e Aramis também tinham chegado.
    - Que maravlha! - Exclamou Mason. - Estavamos precisamente à vossa espera.
    Athos foi ter com D'artagnan, verificando se ele estava bem. Enteretanto, Aramis encontrava-se frente a frente com Mason.
    - Grande patife. O que fizeste é imperdoavel. - Disse Aramis.
    - Estás a falar do quê? Do teu amigo ou do François? E tu, Albert, meu grande idiota, eu sabia que não devia ter muita confiança em ti.
    - Não te atrevas! Não te atrevas a dizes sequer o nome dele! Fixa bem isto: Eu sou Renée d'Herblay, mas para os meus companheiros, sou e sempre serei Aramis, o mosqueteiro que te vai dar uma licão.
    Constance acordou atordoada. Renée? Aramis era...
    - Constance! Constance, estás bem?
    Era D'artagnan, que a libertava. Sentiu um aperto no peito ao ver como ele estava magoado. - Eu sabia. Eu sabia que virias.
    - Amigos, tratem dos outros. O Mason é meu. - Sentenciou Aramis.
    Mason começou a atacar. Aramis conseguia defender-se como podia. Os outros por mais que tentassem, não lhes era possivel fazer frente a Porthos e a Athos. Albert também não se dava mal. Constance não estava a aguentar ver Ramirez lutar contra D'artgnan que, embora magoado, batia-se valentemente. Ramires estava prestes a dar um golpe mortal, quando umas pequenas pedras lhe acertaram na mão fazendo-o deixar cair a espada. Tinha sido Constance, claro. Mas no preciso momento em que Ramirez ia vingar-se nela, D'artagnan pusera-se à sua frente, ferindo gravemente Ramirez...que também o atingira depois de apanhar a sua espada.
    - D'ARTAGNAN! NÃO!
    Athos e Porthos, por sua vez, tinham vencido os seus adversários, que se rendiam. Correram para D'artagnan. Mason ainda tentara matar Aramis, contudo Athos vira e derrubaro-o com a sua notavel destreza. Pedras começavam a cair.
    - Vamos embora, depressa! - Oredenou Athos. - Tenhos de levar o D'artagnan daqui.
    Enquanto os mosqueteiros, depois de terem vencido os seus inimigos saíam dali, Mercedes fugia dalí o mais depressa que podia.
    Mason não conseguira escapar da derrocada.

    Like a Star @ heaven
    Naquele momento, o que mais os preocupava já não era Mason e os seus cuplices espanhois. A ferida de D'artagnan quase o atingira o coração e não havia balsamo que valesse.
    - O D'artagnan é forte, Constance. - Dizia-lhe Porthos. - Vais ver que ele recupera.
    Kitty rezava, tentando conter as lágrimas.
    - Tudo por minha causa. Perdoa-me D'artagnan. Perdoa-me.

    Like a Star @ heaven

    D'artagnan abria lentamente os olhos.
    - D'artagnan! Finalmente!
    - Senhor...
    Treville estava ao lado dele, parecia aliviado. Do outro lado da cama, Constance dormitava, segurando-lhe na mão.
    - Ela não te largou nem um segundo sequer. - Contou Treville. D'artagnan sorriso, olhando com orgulho a sua corajosa Constance.
    - Se bem que foste muito imprudente em enfrentá-lo sozinho! - Admoestou-o Treville. - Devias ao menos ter pedido ajuda aos teus companheiros.
    - Nada mais certo. Olha, D'artagnan, vocês são uns valentes. Mas não era caso para te armares em fanfarrão.
    - Rochefort, já chega podes retirar-te, por favor?
    - Contrariado, Rochefort abriu a porta para sair, anunciado que iria fazer o ralatório ao cardeal.
    - - D'artagnan...- Começou treville. - Sabes como morreu o teu pai?
    A que prpósito vinha aquilo?
    -Bem, morreu na guerra, tal como o senhor sabe. Mas porquê?
    - Mas sabes as circunstâncias?
    - Não. - Admitiu D'artagnan tristemnte. - Nunca me contaram os pormenores.
    - Foi a salvar um companheiro. - Revelou Treville. - Deu a vida por ele.
    D'artagnan arregalou os olhos. Era mesmo verdade? O seu pai tinha arriscado a vida por outra pessoa?
    - E...quem era era esa pessoa.
    - Um dia vais conhecê-la. - Disse Treville, sem mais delongas, mas D'artagnan tinha a certeza absoluta de que Treville sabia mais do que o que mostrava.
    - D'artagnan! - Constance acordara. - Que bom! Estás bem! Tu não imaginas o susto que me pregaste, meu amor! - Dizia ela enquanto o abraçava.
    - Está tudo bem, Constance. Acabou tudo. E tu também foste uma valente.
    - D'ARTAGNAN! NUNCA MAIS NOS VOLTES A FAZER ISTO, OUVISTE? - Gritava Porthos. Notava-se uma lagrimita no olho.
    - Fcamos contentes por estares bem, meu amigo. - Disse Athos.
    - É mesmo. Que alivio.
    - Muito bem, agora o D'artagnan precisa de descansr. Vamos deixá-lo em paz agora, sim? - Disse Albert.
    - Lembra-te bem disto, D'artagnan. Há gente que daria a vida por ti. - Disse Treville. - Por isso te contei aquilo.
    - Aquilo o qu~e? - Inquiriu Porthos.
    - Um dia digo-vos. - Disse D'artagnan.
    - Oh, D'artagnan! - Kitty corria para o abraçar. - Que alegria. Recuperaste!
    - Calma, Kitty!
    - Ah, só boas noticias. O meu pai está livre!
    - A sério? Conseguimos?
    - Sim. E ele vem cá. Vamos ficar aqui, porque em Inglaterra, a situação já não está muito boa. - Contou Kitty.
    - Bem, o que interessa é que o noso amigo recuperou.
    - E venham mais tipos como aqueles que nós lhes damos uma coça valente.
    - Uma vez mosqueteiros, mosqueteiros para sempre, não éassim, Aramis?
    - É verdade, Athos. - Suspirou ela. - Lá isso. é verdade.

    Like a Star @ heaven

    Excuse moi, D'arty, mas isto ainda não acabou! Muita coisa está prestes a acontcer.









    Última edição por Fraulein Andreia MC em Ter Ago 17, 2010 9:00 am, editado 4 vez(es)
    avatar
    degen_aramis
    Mosqueteiro
    Mosqueteiro

    Número de Mensagens : 66
    Idade : 39
    Localização : coimbra
    Humor : gosto de rir
    Data de inscrição : 17/07/2010

    suspense total...

    Mensagem por degen_aramis em Ter Ago 17, 2010 8:51 am

    Uau, uau, que reviravolta... não prometeste demais, e o Manson finalmente está morto... a não ser que seja resistente às pedras... Evil or Very Mad

    Como dizem os franceses, "a sequela, a sequela" - que as perguntas ficaram no ar...
    mas então os nossos amigos não ficaram surpresos com a Aramis revelar ali que era uma mulher?? Deixa ver, só a Constande é que ouviu... ou já tinhas postado antes numas conversas que athos e porthos já sabem... mas acho que não... deve ser que só a constance ouviu as palavras de aramis, enquanto os outros lutavam... Question

    Weiter so, spitze!!! (para quem não pesca alemão - continua assim, excelente!)

    Grüsse,

    Natalia.
    avatar
    Fraulein Andreia MC
    Capitão dos Mosqueteiros
    Capitão dos Mosqueteiros

    Número de Mensagens : 544
    Idade : 30
    Localização : Lisboa
    Data de inscrição : 06/05/2009

    Re: A minha fanfic

    Mensagem por Fraulein Andreia MC em Ter Ago 17, 2010 8:58 am

    Danke, Natalia! Smile
    Os nossos amigos já sabiam que a Aramis era mulher, sim. Já postei isso em capítulo anteriores. E é claro, eu vou continuar!
    avatar
    degen_aramis
    Mosqueteiro
    Mosqueteiro

    Número de Mensagens : 66
    Idade : 39
    Localização : coimbra
    Humor : gosto de rir
    Data de inscrição : 17/07/2010

    reply

    Mensagem por degen_aramis em Ter Ago 17, 2010 9:15 am

    Hallo, sim, desculpas por ter colocado essa dúvida... já não tinha em mente o que se passara em Londres, e eles terem ficado a saber...

    duvida esclarecida, e p.f. esquecer esse comentário...

    até ja.
    avatar
    Fraulein Andreia MC
    Capitão dos Mosqueteiros
    Capitão dos Mosqueteiros

    Número de Mensagens : 544
    Idade : 30
    Localização : Lisboa
    Data de inscrição : 06/05/2009

    Re: A minha fanfic

    Mensagem por Fraulein Andreia MC em Qua Ago 18, 2010 1:54 am

    Kein problem! E se estás a gostar da fic, espera pelo próximo capítulo, porque agora que o Mason passou à história (finalmente), a fic vai passar por uma nova fase e novas personagens vão aparecer. Mais não digo. LOL Curiosos?
    avatar
    Anbel
    Mete Ordem nos Mosqueteiros
    Mete Ordem nos Mosqueteiros

    Número de Mensagens : 538
    Idade : 44
    Localização : Lisboa
    Data de inscrição : 24/04/2009

    Re: A minha fanfic

    Mensagem por Anbel em Qua Ago 18, 2010 5:00 pm

    É bom ver a continuação desta fic…

    Mas devo dizer que fiquei um bocado desiludida porque esperava mais…principalmente do Manson…

    Quando vi o ressuscitar desta personagem pensei que desta vez fosse criar verdadeiros dissabores ao nosso Aramis mas pelos vistos este vilão acaba por ter uma passagem muito breve nesta história e até nem tem um grande destaque…para aquilo que eu esperava… Neutral

    Quanto ao resto da acção, está dentro daquilo que nos habituámos a ver na série…
    A Constance como isco…mais uma vez…
    O D’Artagnan impetuoso no resgate da sua amada e os mosqueteiros como coadjuvantes do herói…

    Sempre pensei que os vilões tivessem um plano verdadeiramente diabólico para lidarem com os mosqueteiros mas até parece que são apanhados de surpresa pela chegada do D’Artagnan…

    Desculpa…mas é que estava mesmo á espera duma “vingança traiçoeira”… e bastante mais elaborada…

    Bom…talvez eu não esteja assim muito convencida porque como disse antes já estou um bocado saturada deste estratagema dos vilões… raptar a Constance…

    Gostava que fossem mais imaginativos e que usassem outras estratégias para se vingarem dos “bons” para além do habitual rapto…


    Espero que não leves a mal estes meus comentários mas como neste momento estou mesmo empenhada em arranjar ideias para o projecto “As coisas mudam” acabo por ficar muito mais “exigente” no que diz respeito ao enredo das fanfics…e é claro estou sempre á procura de novidades e inovações bombásticas, por assim dizer… Razz


    Degen_Aramis escreveu:
    mas então os nossos amigos não ficaram surpresos com a Aramis revelar ali que era uma mulher?? Deixa ver, só a Constande é que ouviu... ou já tinhas postado antes numas conversas que athos e porthos já sabem... mas acho que não... deve ser que só a constance ouviu as palavras de aramis, enquanto os outros lutavam... Question

    Natália… estou a ver que és mesmo distraída!!! wahwah

    Nesta fic a Fraulein optou por pôr a Aramis a contar ao Athos e ao Porthos a sua verdadeira identidade, o que significa que eles já estão ao corrente do seu verdadeiros s e x o.

    Não sabemos é se a Constance já sabe ou não disso mas mesmo que ela ouça estas palavras pode ficar sempre na dúvida sem saber se ouviu bem ou não…devido ás circunstâncias em que se encontra…

    Mas também…não percebo o porquê deste discurso de Aramis “Eu sou Renée d'Herblay, mas para os meus companheiros, sou e sempre serei Aramis, o mosqueteiro que te vai dar uma licão.”

    Acho que ela é um bocadinho imprudente em fazer esta afirmação nesta situação porque nunca se sabe quem é que pode estar a ouvir e parece-me que, de certa forma é um erro imperdoável para alguém que tem por hábito ser muito cuidadosa…


    Fraulein Andreia MC escreveu:
    E se estás a gostar da fic, espera pelo próximo capítulo, porque agora que Mason passou à história (finalmente), a fic vai passar por uma nova fase e novas personagens vão aparecer. Mais não digo. LOL
    Isto significa que o Manson acabou…de vez? É só este o papel dele?

    Estou desiludida porque esperava mais… Neutral


    Espero que a continuação da fic seja mais emocionante como dizes!
    É que, apesar de teres apresentado ideias interessantes gostava de ter visto mais emoção, acção e intriga ao longo dos capítulos… e planos verdadeiramente diabólicos, por assim dizer…


    Espero que não te aborreças muito com estes meus comentários mas sempre esperei que houvesse mais reviravoltas com a história do Tratado e que os vilões (Mercedes, Ramirez e restante companhia) fossem mesmo mais sinistros…

    Mas cá esperamos pela continuação…

    Só espero que não fiques muito aborrecida com os meus comentários… Razz
    avatar
    Fraulein Andreia MC
    Capitão dos Mosqueteiros
    Capitão dos Mosqueteiros

    Número de Mensagens : 544
    Idade : 30
    Localização : Lisboa
    Data de inscrição : 06/05/2009

    Re: A minha fanfic

    Mensagem por Fraulein Andreia MC em Qui Ago 19, 2010 2:41 am

    Isso foi para Aramis demonstrar a sua coragem e força, embora seja mulher. Ela é forte, tem os seus amigos e por isso, não vale a pena subestimá-la.
    Sim, o Mason foi-se de vez, mas não te esqueças que ainda temos a Mercedes! Ela vai fazer coisas que vocês nem imaginam! Ela vai ser do piorio! E não estou a falar de raptos!
    Bem, no próximo capítulo, quando esta fic já está a passar por uma nova fase, vão acontecer muito mais coisas e vai ser ainda mais surpreendente, com uma personagem nova que vai dar muito que falar. E é claro, a minha querida bebé Kitty veio para ficar...
    avatar
    degen_aramis
    Mosqueteiro
    Mosqueteiro

    Número de Mensagens : 66
    Idade : 39
    Localização : coimbra
    Humor : gosto de rir
    Data de inscrição : 17/07/2010

    fic

    Mensagem por degen_aramis em Qui Ago 19, 2010 10:45 am

    olá,


    anbel escreveu: Mas devo dizer que fiquei um bocado desiludida porque esperava mais…principalmente do Manson…
    Quando vi o ressuscitar desta personagem pensei que desta vez fosse criar verdadeiros dissabores ao nosso Aramis mas pelos vistos este vilão acaba por ter uma passagem muito breve nesta história e até nem tem um grande destaque…para aquilo que eu esperava… Desculpa…mas é que estava mesmo á espera duma “vingança traiçoeira”… e bastante mais elaborada…

    Pois, por acaso também esperava que houvesse um duelo pessoal, uma ameaça
    a Athos ou Porthos ou D'Artagnan para fazer Aramis sofrer, algo mais empolgante que parecia transparecer das capítulos anteriores... Neutral ficou um pouquito pobrezinho, apenas aquela luta a dois nas catacumbas, e foi Athos que terminou, melhor foi a derrocada que terminou com Manson...mas foi uma perspectiva da fräulein... se calhar para dar muito mais ênfase à vingança terrível que virá da vilã Mercedes... nos próximos capítulos...


    De resto, é só para dizer "força nisso", e que venha mesmo muita acção com uma vilã que já deu, na minha singela perspectiva, provas de que é mais maléfica que era Milady... e com desejos sedentos de vingança... e como já tinha dado aquele frasco de veneno à Kitty, até me ponho aqui a divagar que será uma das formas predilectas dela em vingar-se nos mosqueteiros... causar sofrimento lento...- só me fica uma curiosidade no ar: será que ela ouviu Aramis a dizer que era mulher, ou já teria sabido isso da parte do Manson (se isso já apareceu na trama, queiram desculpar novamente esta minha "distracção"...)? Assim, a trama decerto que se torna interessante, se ela pode jogar com essa informação como forma de ameaça para ter Aramis nas suas mãos... - ops, já tou para aqui a deixar ideias... desculpas à anbel, este não é o local para isso... desculpas à fräulein, estou a fazer "invasão" de fic de outro... Embarassed

    Um novo personagem...uiuiui...pelas palavras será que é mulher ou homem??? Será o pai de Kitty (não, que esse parecia ser bondoso...)???

    Boa escrita, não nos deixes é demasiado tempo sem continuação, lol!

    Bis bald, Natália.
    avatar
    Fraulein Andreia MC
    Capitão dos Mosqueteiros
    Capitão dos Mosqueteiros

    Número de Mensagens : 544
    Idade : 30
    Localização : Lisboa
    Data de inscrição : 06/05/2009

    Re: A minha fanfic

    Mensagem por Fraulein Andreia MC em Qui Ago 19, 2010 1:32 pm

    A Mercedes sabia sim, que Aramis era mulher, pelo Mason, mas sobre isso vais ver lá mais para a frente.
    O pai da Kitty vai aparecer, mas não é "tal" personagem. Só te posso dizer que é um homem é uma personagem criada por mim. Logo saberás quem é.
    Não vou demorar muito com a continuação. Prepara-te porque o próximo capítulo está prestes a chegar.
    avatar
    Anbel
    Mete Ordem nos Mosqueteiros
    Mete Ordem nos Mosqueteiros

    Número de Mensagens : 538
    Idade : 44
    Localização : Lisboa
    Data de inscrição : 24/04/2009

    Re: A minha fanfic

    Mensagem por Anbel em Sab Ago 21, 2010 4:50 pm

    Fraulein Andreia MC escreveu:
    Isso foi para Aramis demonstrar a sua coragem e força, embora seja mulher. Ela é forte, tem os seus amigos e por isso, não vale a pena subestimá-la.
    Mas isto já não é nenhuma novidade para aqueles que seguiram os 52 episódios da série mais o filme “Aramis No Bouken”.

    Ao longo de toda esta versão dos Três Mosqueteiros pudemos sempre ver o carácter, a força e determinação desta jovem que nunca hesitou em defender aquilo em que acreditava por muitos dissabores e perigos que essas tarefas envolvessem.

    Aqui não há nenhum momento em que o Aramis brilhe verdadeiramente…ou que se destaque dos outros…


    Fraulein Andreia MC escreveu:
    Sim, o Mason foi-se de vez, mas não te esqueças que ainda temos a Mercedes! Ela vai fazer coisas que vocês nem imaginam! Ela vai ser do piorio! E não estou a falar de raptos!
    Se dizes que o Manson se foi de vez, nós acreditamos nisso…mas gostava que ele tivesse sido um vilão mais activo com um plano verdadeiramente diabólico para destruir Aramis. Em vez disso acabou por ser um bandido “morno” e pouco estimulante.

    Quanto á Mercedes, o que posso dizer é que ainda estou á espera de ver do que é que ela é capaz porque também não me convenceu muito.

    E espero bem que os raptos da Constance acabem de vez porque já se torna monótono e enfadonho ver a rapariga a ser constantemente raptada por tudo o que é vilão. Neutral

    Se for este o estratagema dos “maus”, o melhor que o D’Artagnan tem a fazer é pegar nela e leva-la para a Gasconha ou qualquer outro sítio a ver se deixa de ser um empecilho para os outros…porque no fundo é isto que ela é nestas situações…


    Fraulein Andreia MC escreveu:
    Bem, no próximo capítulo, quando esta fic já está a passar por uma nova fase, vão acontecer muito mais coisas e vai ser ainda mais surpreendente, com uma personagem nova que vai dar muito que falar. E é claro, a minha querida bebé Kitty veio para ficar...
    Espero bem que a próxima fase da fic seja mais surpreendente porque esta…desiludiu-me um bocadinho…
    Esperava mais no que diz respeito ao Tratado e as todas as vinganças…


    Degen_Aramis escreveu:
    Pois, por acaso também esperava que houvesse um duelo pessoal, uma ameaça
    a Athos ou Porthos ou D'Artagnan para fazer Aramis sofrer, algo mais empolgante que parecia transparecer das capítulos anteriores... Neutral ficou um pouquito pobrezinho, apenas aquela luta a dois nas catacumbas, e foi Athos que terminou, melhor foi a derrocada que terminou com Manson...mas foi uma perspectiva da fräulein... se calhar para dar muito mais ênfase à vingança terrível que virá da vilã Mercedes... nos próximos capítulos...
    Estou a ver que a Natália também queria mais…e com toda a razão… Razz

    Pelos capítulos anteriores e comentários da própria Fraulein ficávamos com a ideia de que a fic ia ser mesmo arrebatadora mas acabou por ter um enredo muito linear e sem grandes sobressaltos.

    A parte final deixa mesmo um certo sabor de desilusão… Neutral


    Natália, tens toda a razão quando dizes que esta é a perspectiva do Fraulein…obviamente que nem todos têm as nossa mentes perversas e pérfidas e gostam de dar voltas e reviravoltas ao enredo antes de chegarem á conclusão da história… Cool


    Degen_Aramis escreveu:
    De resto, é só para dizer "força nisso", e que venha mesmo muita acção com uma vilã que já deu, na minha singela perspectiva, provas de que é mais maléfica que era Milady...
    Achas que a Mercedes é mais maléfica que a Milady??? Shocked

    Quanto a mim, ela não passa duma “aprendiz” quando comparada com a outra…ou será que é alguma irmã mais nova que lhe está a seguir as pisadas?

    A não ser que seja de facto a própria Milady disfarçada mas que entretanto já perdeu algumas das suas qualidades…é que a idade não perdoa… Razz

    Bem, não quero estar aqui a divagar muito mas ainda espero para ver do que é que a Mercedes é capaz…


    Degen_Aramis escreveu:
    Assim, a trama decerto que se torna interessante, se ela pode jogar com essa informação como forma de ameaça para ter Aramis nas suas mãos...
    Tudo depende do tratamento que se der á ideia… Rolling Eyes

    Por exemplo, a possibilidade dum Tratado secreto entre a Espanha e a Inglaterra dava o mote para grandes aventuras…mas esta é uma situação que acaba por não ter todo o desenvolvimento que podia ter…tal como o regresso do Mason.
    Ele podia ter criado verdadeiros dissabores a Aramis mas acaba por ser uma espécie de “fantasma” que regressa do Reino dos Mortos e que pelos vistos retorna a “casa” muito cedo e de maneira muito inglória.

    Mas como disse antes tudo depende do tratamento que se der ás coisas…

    Obviamente que eu também tenho o defeito de “explorar ao máximo” todas as possibilidade que um enredo suporta. Razz

    Sei que há pessoas que preferem ter histórias curtas e sem grandes grandes desenvolvimentos…é tudo uma questão pessoal…


    Não pretendo estar aqui a dizer mal do trabalho de ninguém. Só dou a minha opinião esperando que possa servir para alguma coisa…nem que seja para que os “autores” saibam o que é que o “público” pensa do seu trabalho.

    E é claro que não tem piada nenhuma dizer que é tudo excelente…uma boa crítica também faz bem… Wink


    Degen_Aramis escreveu:
    - ops, já tou para aqui a deixar ideias... desculpas à anbel, este não é o local para isso... desculpas à fräulein, estou a fazer "invasão" de fic de outro... Embarassed

    Uau…uau…uau… cheers

    Estou a ver que tens uma imaginação mesmo fértil… Cool

    Se há alguma sugestão para apresentar vamos para o outro tópico falar disso…Pela minha parte estou sempre pronta para discutir ideias e propostas para fics… Very Happy

    Quem sabe se esse não será o ponto de partida para uma nova história?

    Mas vamos para o local indicado, está bem? Wink



    Fraulein, como podes ver tens aqui um público muito “crítico” que não se contenta com qualquer coisa.

    Aguardamos pela continuação da tua fic esperando sinceramente que desta vez nos traga reviravoltas realmente surpreendentes…e desculpa por algum inconveniente que as minhas palavras possam ter provocado…
    avatar
    degen_aramis
    Mosqueteiro
    Mosqueteiro

    Número de Mensagens : 66
    Idade : 39
    Localização : coimbra
    Humor : gosto de rir
    Data de inscrição : 17/07/2010

    Re: A minha fanfic

    Mensagem por degen_aramis em Qui Ago 26, 2010 5:55 pm

    Fraulein Andreia MC escreveu:A Mercedes sabia sim, que Aramis era mulher, pelo Mason, mas sobre isso vais ver lá mais para a frente.
    O pai da Kitty vai aparecer, mas não é "tal" personagem. Só te posso dizer que é um homem é uma personagem criada por mim. Logo saberás quem é.
    Não vou demorar muito com a continuação. Prepara-te porque o próximo capítulo está prestes a chegar.


    Olá, daqui é a "chata" da "Espada-Aramis", é só para dar um sinal de vida a este fórum, que tem estado paradito... como o resto do nosso país - em Agosto pára tudo, lol! lol!

    Esperando que tod@s estejam a ter o seu merecido descanso, ou não, ou o que for adequado a esta altura do ano, e fräulein - não nos deixes demasiado tempo a "cozinhar"... sem continuação...

    Até breve,

    "espada" Aramis
    .
    avatar
    Fraulein Andreia MC
    Capitão dos Mosqueteiros
    Capitão dos Mosqueteiros

    Número de Mensagens : 544
    Idade : 30
    Localização : Lisboa
    Data de inscrição : 06/05/2009

    Re: A minha fanfic

    Mensagem por Fraulein Andreia MC em Sab Ago 28, 2010 5:32 am

    Olá! Como vêem, não vos deixei muito à espera. Estou de volta! Mais um capítulo da minha fic. Prontos?

    XVI - A chegada de Villefort a Paris

    Era noite. No entanto, por muito escuro que estivesse, nada era mais sombrio que os soburbios de Madrid. Sobretudo àquela hora da noite.
    Mercedes estava numa taberna, esperando alguém. Finalmente, Ramirez apareceu, fazendo Mercedes deixar de tamborilar na mesa, cheia de impaciência.
    - Até que enfim! Estava a ver que nunca que nunca mais vinhas.
    - Já cá estou. E depois. - Resmungou ele. - Imprevistos.
    - Não interessa. Amanhã mesmo, partiremos para França e não quero que estragues tudo como da última vez.
    - Tivemos pouca sorte. Apenas isso. E que eu saiba não foste uma grande ajuda.
    - Claro. Tenho de ser sempre a fazer tudo, não é?- Disse Mercedes. - O que vale é que agora temos lá uma pessoa.
    - Uma pessoa que nos vai ser muito útil. É só uma questão de tempo e de agirmos com cautela. Já falei com sua excelência Olivares. Nada pode falhar.

    Like a Star @ heaven

    O dia seguinte amanhecera ameno. Constance cantarolava enquanto fazia o pequeno-almioço. Até ser surpreendida por D'artagnan com um bejijinho na bochecha. - Bom dia, minha borboletazinha.
    - D'artagnan, estou ocupada. - E lá lhe retribuiu o beijo. - Doido.
    - ...Por ti.
    Constance não conseguiu evitar um risinho. - Vai já para a mesa, que está quase pronto. Ou queres chegar atrasado para não variar?
    - Tens razão. Está um dia tão bonito, que não me apetece nada que se estrague com os sermões do Treville.
    - Isto se queres que te faça aquele belo assado para o almoço.
    - Nham! Põe mais um de reserva. Para o Porthos. - Pediu D'artagnan, lembrando-te do seu grande (em todos os sentidos) amigo Porthos.
    - Não. Para ele é melhor dois.
    - Espera até ele ouvir isso!
    - Bom dia, minha gente.
    - Bom dia, sr. Bonancieux. - Cumprintaram D'artagnan e Marthe.
    - Bom dia, Pai.
    - E tu, D'artagnan, ainda aqui estás?
    - Ah, não! Levo para o caminho, Constance. Até logo! - Despesdiu-se ele, dando-lhe um beijo rapido e saindo a correr porta fora.

    Like a Star @ heaven

    D'artagnan foi recebido com salva de palmas dos seus três amigos.
    - Até que enfim! - Disse Albert, a nova aquisição do grupo.
    - Tiveste sorte. - Comentou Athos. - Hoje não vai haver reprimenda do Treville.
    - A sério? - Os sinos tocaram dando sinal de 9 horas. - Ufa!
    - Ah, sabem o que me estava a apetecer? - Disse Porthos. - Dar uma coça aos guardas do Cardeal!
    - Não nos apetece a todos?
    - Sim, Aramis. Mas desde aquela confusão com Mason e os espanhois que o Jussac e o Rochefort andam insuportaveis!
    - Grande novidade. - Disse Aramis.
    Pelos agora, as coisas estão mais calmas. Pensou. Finalmente Mason tivera o castigo que merecia. De vez. No entanto Aramis perguntava-se se as coisas não estariam demasiado calmas. Ramirez e Mercedes escaparam e ainda não tinham dado sinais da sua malvadez. Teriam desistido? Não. Aquela gente nunca desistiria até ter a desforra. Disso tinha a certeza.
    Estou com um mau presentimento.
    - Olhem, vem aí alguém.
    Era um homem moreno, vestido de negro. D'artagnan reconheceu nele os traços de um Gascão. De repente Athos, Porthos e Aramis arregalaram os olhos. Sabiam muito bem quem ele era. Quem não saberia? Apresentou-se ao guarda, identificando-se como Damien Villefort.
    - É ele! Eu sabia! - Disse Porthos.
    - Quem é ele, afinal? - Perguntou Albert.
    - O Villefort? É dos duros! Foi tenente dos Mosqueteiros! Já ouvi falar muita coisa dele, quando ele esteve na guerra.
    - Ele esteve na Guerra? Bem me parecia. Eu tenho a sensação de que já ouvi falar nele. - Disse D'artagnan.
    - Eras muito novo. Mas quem não ouviu? Como eu já disse, o homem é dos duros.
    - De onde é ele?
    - Creio que veio da Gasconha. Como tu, D'artagnan. Mas está em Marselha há uns bons anos, segundo dizem.
    - Interessante... - D'artagnan não sabia o quê, mas havia qualquer coisa naquele Villefort que o intrigava.







    avatar
    degen_aramis
    Mosqueteiro
    Mosqueteiro

    Número de Mensagens : 66
    Idade : 39
    Localização : coimbra
    Humor : gosto de rir
    Data de inscrição : 17/07/2010

    Re: A minha fanfic

    Mensagem por degen_aramis em Seg Ago 30, 2010 8:56 pm

    fraulein andreia mc escreveu:Era um homem moreno, vestido de negro.

    Olá, fraulein,

    sim, já cá está mais um capítulo...tão pequenino...mas com alguns indícios...será que Aramis tem um novo inimigo pessoal....já que é ela quem tem o mau pressentimento... e o que planearão Mercedes e Ramirez... desta vez, p.f. mais acção e mais intriga, e mais aventura... para compensar o "quick, unstylish exit" do Manson... Razz

    Só mais uma divagação aqui desta "chata": por acaso quando "inventaste" o Villefort, não te baseaste um pouco no Rochefort dos 3 Mosqueteiros de 1993, desempenhado por Michael Wincott?






    Disclaimer: i don't own the images, nor the character, nor the actor's images. Merely for informative purposes...

    Só não sei se usa uma pála, porque não descreveste mais do que em cima, mas... veio-me logo à cabeça este actor, neste papel... lol! E já agora, parece-me que fizeste uma cross-reference com o Conde de Monte Cristo - lá há um Conde de Villefort...o poderoso inimigo juiz que encarcerou o Edmond Dantes em Chateau d'If...

    fraulein andreia mc escreveu:com salva de palmas dos seus três amigos.
    - Até que enfim! - Disse Albert, a nova aquisição do grupo.

    Pequena correcção, ou estou enganada nas minhas contas e deve ser 4: Aramis, Athos, Porthos+Albert...
    avatar
    Fraulein Andreia MC
    Capitão dos Mosqueteiros
    Capitão dos Mosqueteiros

    Número de Mensagens : 544
    Idade : 30
    Localização : Lisboa
    Data de inscrição : 06/05/2009

    Re: A minha fanfic

    Mensagem por Fraulein Andreia MC em Ter Ago 31, 2010 3:05 am

    Sim, foi curtinho, mas não tive tempo para mais. Sim, foi no juiz, que me inspirei para o nome do personagem. Não conseguia arranjar um nome adequado para ele. Não, não usa pala. Vai haver novos inimigos claro, mas olha que não é só a Aramis que vai sofrer por causa deles. E calma, que o Villefort vai-vos surpreender.
    Ah, e obrigada pela correcção.
    avatar
    Anbel
    Mete Ordem nos Mosqueteiros
    Mete Ordem nos Mosqueteiros

    Número de Mensagens : 538
    Idade : 44
    Localização : Lisboa
    Data de inscrição : 24/04/2009

    Re: A minha fanfic

    Mensagem por Anbel em Ter Ago 31, 2010 4:20 pm

    De facto, e como diz a Degen_Aramis, cá temos mais um capítulo…curtinho (falo por mim e também pela Natália que gostamos de escrever muito nas fanfics Razz ) e que também não avança muito mas dá para entender que a Mercedes e o Ramirez ainda andam por aí (espero que com vontade de se redimirem pela falta de estratégia demonstrada no passado).

    Um novo personagem aparece e por aquilo que é dito ficamos com a sensação de que será um vilão mas desta vez espero que seja mesmo maligno e que tenha ideias nefastas para pôr em prática depois daquela desilusão que sentimos com o plano do Manson e restante companhia… Neutral


    Degen_Aramis escreveu:
    Só mais uma divagação aqui desta "chata": por acaso quando "inventaste" o Villefort, não te baseaste um pouco no Rochefort dos 3 Mosqueteiros de 1993, desempenhado por Michael Wincott?

    Posso perguntar porque é que esse tal Villefort teria de ser parecido com este Rochefort? Shocked

    Ele pode ser mau mas não necessariamente uma cópia dos vilões de filmes passados… penso que podemos ser mais originais do que isso porque a continuarmos assim daqui a pouco usar uma pala passa a ser sinónimo de bandido e não é isso que nós queremos pois não?

    Por isso vamos usar a imaginação e deixar de lado os homens com palas para desempenharem o papel de vilão está bem? Wink


    Degen_Aramis escreveu:
    fraulein andreia mc escreveu:
    com salva de palmas dos seus três amigos.
    - Até que enfim! - Disse Albert, a nova aquisição do grupo.


    Pequena correcção, ou estou enganada nas minhas contas e deve ser 4: Aramis, Athos, Porthos+Albert...
    Talvez este não seja um verdadeiro erro porque Albert podia não estar a aplaudir… Razz Razz




    Mas para não me estar a alongar demasiado espero pelos próximos capítulos para saber que rumo é que a história vai seguir e desejo mesmo que desta vez haja grandes surpresas com muita acção no verdadeiro sentido da palavra…

    Portanto Fraulein vê lá se te inspiras a sério e se nos consegues surpreender como deve ser… Cool
    avatar
    degen_aramis
    Mosqueteiro
    Mosqueteiro

    Número de Mensagens : 66
    Idade : 39
    Localização : coimbra
    Humor : gosto de rir
    Data de inscrição : 17/07/2010

    Re: A minha fanfic

    Mensagem por degen_aramis em Ter Set 07, 2010 1:47 pm

    Anbel escreveu:
    De facto, e como diz a Degen_Aramis, cá temos mais um capítulo…curtinho (falo por mim e também pela Natália que gostamos de escrever muito nas fanfics Razz ) e que também não avança muito mas dá para entender que a Mercedes e o Ramirez ainda andam por aí (espero que com vontade de se redimirem pela falta de estratégia demonstrada no passado).

    Bom, foi curtinho, mas deu "um cheirinho" do que esá para vir...e sim, ansiamos aqui por muita acção eintrigas a valer... ehehehe... têm de compensar o desaparecimento "sem grande estilo" do Manson... mas decerto que sim... Mercedes aparenta ter fulgor para uma mesmo má vilã....e Ramirez decerto não lhe ficará atrás... força, Fräulein... dá corda aos dedos... Razz Razz


    Posso perguntar porque é que esse tal Villefort teria de ser parecido com este Rochefort? Shocked
    Ele pode ser mau mas não necessariamente uma cópia dos vilões de filmes passados… penso que podemos ser mais originais do que isso porque a continuarmos assim daqui a pouco usar uma pala passa a ser sinónimo de bandido e não é isso que nós queremos pois não?
    Por isso vamos usar a imaginação e deixar de lado os homens com palas para desempenharem o papel de vilão está bem? Wink

    Correcção: não estava a dizer que o Villefort da Fräulein era como o Rochefort desempenhado por este actor, mas a sua descrição é que me levou a vê-lo assim... vestido de negro... ar misterioso... só por isso é que fui buscar as imagens...ok????? É lógico que a Fräulein tem imaginação suficiente para criar um Villefort à maneira dela... esta foi uma interpretação minha... a pála era meramente uma insinuação irónica... Rolling Eyes

    Talvez este não seja um verdadeiro erro porque Albert podia não estar a aplaudir… Razz Razz

    Bom, aí já não sei... mas pelas minhas contas tinham que ser sempre quatro homens ali...mesmo que fossem so três a aplaudir...ou não???? Isto é uma fic...pormenores destes... enfim...não são tão importantes assim... Wink


    Portanto Fraulein vê lá se te inspiras a sério e se nos consegues surpreender como deve ser… Cool

    É isso aí... Fräulein... dá corda aos dedos... e dá-nos aí umas cenas de acçao e intrigas até não podermos dizer mais nada... de tão "apanhadas" que ficaremos... força aí!!
    Até já, "Espada Aramis"
    lol!
    avatar
    Fraulein Andreia MC
    Capitão dos Mosqueteiros
    Capitão dos Mosqueteiros

    Número de Mensagens : 544
    Idade : 30
    Localização : Lisboa
    Data de inscrição : 06/05/2009

    Re: A minha fanfic

    Mensagem por Fraulein Andreia MC em Qua Set 08, 2010 3:47 am

    XVI - Desconfianças e planos.


    D'artagnan não aguentou mais a curiosidade. Quem era afinal Villefort? Ele estivera na guerra! E era Gascão! D'artagnan tinha a sensação peculiar de que já o conhecia, mas não se lembrava onde nem quando. E se ele tivesse conhecido o seu pai ou alguém da familia? Não havia mal nenhum em tentar saber mais. Treville tinha-lhe contado umas coisas por alto, no entanto...
    Entrou discretamente no escritório de Treville, onde o capitão e Villefort conversavam.
    - Há quanto tempo, Damien! Há quanto tempo!
    - É verdade. - Disse Villefort. - E agora olha para ti! Capitão!
    - Sim. Mas se o D'artagnan estivesse vivo, seria ele o capitão, sabes disso. - Treviller suspirou. - Velhos tempos... E tantos companheiros que perdemos!
    - Ah, sim. D'artagnan. Lembro-me bem dele. - Villefort pronunciou o nome com alguma amargura na voz. - Tanto quanto sei, ele teve um filho.
    - Teve. Um rapaz. Ah, D'artagnan! Que fazes aqui?
    D'artagnan embatucou. - Eu... Desculpe, senhor...
    - Só mesmo tu! Já agora, aproveito e apresentou-te o sr. Villefort. É ele, Damien. D'artagnan filho.
    - Prazer em conhecer-vos, senhor. - Cumprimentou D'artagnan polidamente.
    - Igualmente. - Villefort mirou-o de alto a baixo. - És mesmo parecido com o teu pai.
    Villefort não o dissera como se fosse um elogio. Pela roupa e modos cavalheirescos, D'artagnan supôs de imediato que se tratava de um nobre. Fazia-lhe lembrar Athos, com uma pequena diferença: Faltava calor humano naqueles olhos cinzentos. Villefort não gostara nem um pouco dele, disso tinha a certeza.
    - O senhor conheceu o meu pai?
    - Sim. - Era impressão de D'artagnan ou Villefort queria acrescentar "infelizmente"? - Pertencemos ao mesmo regimento.
    - Ah, sim?
    - Vá, D'artagnan, já chega de perguntas. Podes retirar-te e voltar para o treino.
    - Sim, senhor. - Disse D'artagnan. Não saiu sem antes lançar um olhar de esguelha a Villefort.
    - É o que eu digo. - Resmungou Villefort. - Igualzinho ao pai.
    - Dizes isso como se fosse uma ofensa. - Retorquiu Treville, com um olhar penetrante, daqueles cujo objectivo era lembrar o outro de algo.

    Like a Star @ heaven

    - Estás a gozar!
    - Juro! - Garantiu D'artagnan, enquanto ele, Porthos, Aramis, Athos e Constance jantavam em casa de Kitty, a amiga inglesa, que os convidara para comemorar a vinda do pai dela que estiver preso na Torre, em Londres, apenas por lutar pelo que acreditava. O sr. Elliot era bastante simpático, tal como os filhos e a mulher, a qual D'artagnan e os seus companheiros tiveram o prazer de conhecer e tinham muito gosto em voltar a ver, assim como a pequena Meg, que a familia acolhera.
    - Então, esse tal Vilefort conheceu o teu pai?
    - Isso é possivel. Afinal ele também esteve na guerra, não foi? - Disse Porthos.
    - Eu não sei. Há qualquer coisa nele. Mas eu hei de descobrir.
    - Então, D'artagnan! Não te vais meter em sarilhos, outra vez! - Ralhou Constance. - Se calhar ele é só antipático. Nada mais.
    - Eu estou a dizer-te, Constance. Há qualquer coisa nele que não me agrada.
    - Achas que tem alguma coisa a ver com o teu pai? - Perguntou Kitty.
    - Não tenho a certeza. Mas cheira-me que sim.
    - Seja o que for, agora que ele está aqui, sabe Deus porquê, mais tarde ou mais cedo, saber-se--á! - Confortou-o Athos.
    - O Athos tem razão. Não vale a pena moeres a cabeça por causa disso. - Disse Aramis.
    - Nem mais! - Concordou Porthos. - Agora vamos desfrutar deste belo manjar que a Kitty nos preparou!
    - Pára lá com isso, Porthos! Está à vontade! - Respondeu Kitty, corando.
    - Vocês mereçem depois de tudo o que fizeram por nós. - Disse a sra Elliot.
    - E já agora, D'artagnan, deixa-me agradecer-vos por terem cuidado da minha pequena Kitty. - Disse o sr. Elliot
    - Era o minimo que podiamos fazer, sr. Elliot. E folgo em saber que o senhor se encontra bem.
    - Ora, rapaz. O que tive de fazer foi apenas aguentar. Nós, Ingleses somos assim. Sangue guerreiro nas veias.
    - Isso já eu percebi. - D'artagnan. - Também estou contente por voltar a ver-te, Meg.
    A menina esboçou um sorriso. Depois olhou divertida para o gato, Misty, enquanto este tomava o seu leite habitual.

    Like a Star @ heaven

    Finalmente chagara a Paris. Tal como combinado, dirigiu-se à taberna onde estava lá um misterioso personagem.
    - Então, vão tratar já dos mosqueteiros?
    - Ainda não. - Respondeu ela. - O plano tem que correr bem, caso contrário, não só nós como toda a Espanha sairá humilhada. Vamos começar pelo principio e o mais importante, não é o que vós quereis?
    - Sim. - Respondeu ele. - O primeiro-ministro de frança, Richelieu.
    - Isso mesmo, excelência. Depois, daremos aos mosqueteiros uma morte lenta e dolorosa.

    Sim, já adivinharam quem estava a falar com a Mercedes, O próprio Olivares. O próximo capítulo terá acção, não se preocupem. E muita! E vai envolver a Aramis e o Athos! Cool Quanto ao Villefort, mais não digo por enquanto.
    avatar
    Anbel
    Mete Ordem nos Mosqueteiros
    Mete Ordem nos Mosqueteiros

    Número de Mensagens : 538
    Idade : 44
    Localização : Lisboa
    Data de inscrição : 24/04/2009

    Re: A minha fanfic

    Mensagem por Anbel em Qua Set 08, 2010 12:44 pm

    E cá temos mais um bocadinho da continuação…

    Villefort começa a demonstrar a sua verdadeira personalidade e parece que não vem aí coisa boa…resta-nos então esperar para ver o que vai acontecer de seguida…


    E quanto a Mercedes também já está em Paris pronta a actuar…vamos lá ver se desta vez nos convence…


    Por aquilo que vejo o Conde-Duque de Olivares está mais uma vez em Paris…começo a perceber porque é que ele não tinha tempo para governar Espanha…porque passava a vida em viagens secretas a França… Razz

    Então cá esperamos pela continuação a ver se desta vez não nos desiludimos com as tais cenas de acção que ficaram prometidas…

    Conteúdo patrocinado

    Re: A minha fanfic

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Seg Nov 20, 2017 7:17 am