Sanjuushi Home Realm Forum

Um fórum para reunir todos os fãs de lingua portuguesa da série Sanjuushi, os 3 mosqueteiros, e da cultura japonesa!

Devido a motivos pessoais e profissionais a Administração do fórum encontra-se algo parada, bem como a publicação de novos posts, pede-se encarecidamente a todos os membros interessados para que ajudem neste período de hiato prolongado.

    Aniversário do príncipe Hisahito

    Compartilhe
    avatar
    Lyrrinne
    Estou de olho no que fazes!
    Estou de olho no que fazes!

    Número de Mensagens : 1847
    Idade : 40
    Localização : Portugal
    Humor : Amalucado
    Data de inscrição : 16/02/2008

    Aniversário do príncipe Hisahito

    Mensagem por Lyrrinne em Seg Set 07, 2009 3:16 am



    O príncipe japonês Hisahito, filho do príncipe Akishino e da princesa Kiko, completou 3 anos. Ele é, actualmente, o terceiro na linha de sucessão imperial, depois do seu pai e do príncipe Naruhito (primeiro na linha).

    Quando nasceu, a 3 de setembro de 2006, ele acalmou os animos no Japão sobre a sucessão ao trono, uma vez que a família imperial, até então, não possuía herdeiros homens jovens. Na época, debateu-se a possibilidade de se mudar a lei japonesa para que a princesa Aiko, filha de Naruhito, pudesse assumir o título de imperatriz.

    O pequenino Hisahito já foi tema de capa da revista Made in Japan duas vezes. Em novembro de 2007 e em outubro de 2006.
    avatar
    Anbel
    Mete Ordem nos Mosqueteiros
    Mete Ordem nos Mosqueteiros

    Número de Mensagens : 538
    Idade : 44
    Localização : Lisboa
    Data de inscrição : 24/04/2009

    Re: Aniversário do príncipe Hisahito

    Mensagem por Anbel em Sab Set 19, 2009 10:46 am

    Aqui está uma criança desejada como poucas. Razz A 3 de Setembro de 2006 todo o Japão suspirou de alívio ao saber que a princesa Kiko tinha dado á luz um filho do s@ºº+ masculino. Esta situação pode não ser muito relevante excepto se se tratar de uma família real em que o trono se transmite na linha masculina. Era precisamente este o problema que estava a afectar a casa real japonesa já que a última criança do s@ºº+ masculino tinha nascido há mais de 40 anos (precisamente o pai de Hisahito, o Príncipe Akishino).


    Para nós que vivemos numa República isto pode parecer de menor importância mas num país como é o caso do Japão em que as tradições são muito importantes, a falta de um herdeiro masculino começava a ganhar contornos de tragédia nacional. A lei que regula a sucessão ao trono não permite que o mesmo seja ocupado por mulheres. Por isso mesmo ainda se estudou a possibilidade de se fazer uma alteração da lei para que as mulheres pudessem aceder ao trono mas este era um tema muito sensível numa sociedade que se dividia entre o modernismo e a inovação por um lado e o sector mais tradicional e conservador que achava que em vez de se alterar a lei para que a pequena Aiko pudesse um dia suceder ao seu pai, o Príncipe Naruhito, o melhor seria o príncipe mudar de mulher anulando o seu casamento com a Princesa Masako ou então recorrer a uma prática usada nos tempos ancestrais mas que entretanto fora banida: recorrer a concubinas até gerar o tão desejado filho homem.


    Esta situação iria causar grandes polémicas na sociedade japonesa mas felizmente esta acabou por ser uma situação com final feliz porque com o nascimento deste pequeno príncipe, deixou de haver necessidade de mexer na lei, pelo menos por enquanto e a tranquilidade pôde regressar a terras nipónicas.


    Ao assistir a esta situação não pude deixar de pensar como as coisas eram diferentes há uns séculos atrás quando a falta de filhos homens podia ser um acontecimento muito trágico para um Reino pois para além de ser o fim de uma dinastia também podia significar o fim da independência e a passagem do poder político para as mãos de governos estrangeiros. Ver tudo isto permitiu-me perceber um pouco melhor como seria a vida no Louvre no tempo de Luís XIII e de Ana de Áustria uma vez que este casal real também teve muita dificuldade em conceber um filho que pudesse dar continuidade á dinastia iniciada com Henrique IV, pai de Luís XIII. Pelo menos fica aqui uma pequena ideia que talvez possa um dia fazer parte de alguma fanfic! Quem sabe? Wink

      Data/hora atual: Dom Dez 17, 2017 5:25 pm