Sanjuushi Home Realm Forum

Um fórum para reunir todos os fãs de lingua portuguesa da série Sanjuushi, os 3 mosqueteiros, e da cultura japonesa!

Devido a motivos pessoais e profissionais a Administração do fórum encontra-se algo parada, bem como a publicação de novos posts, pede-se encarecidamente a todos os membros interessados para que ajudem neste período de hiato prolongado.

    Fic colectiva: AS COISAS MUDAM (somente comentários)

    Compartilhe
    avatar
    degen_aramis
    Mosqueteiro
    Mosqueteiro

    Número de Mensagens : 66
    Idade : 39
    Localização : coimbra
    Humor : gosto de rir
    Data de inscrição : 17/07/2010

    sugestão

    Mensagem por degen_aramis em Seg Ago 09, 2010 7:07 pm

    anbel escreveu: Além disso eu quero saber que voltas é que tencionas dar a tudo o que já ficou para trás…porque se a acção avançar demasiado para o meu gosto também posso dar origem a outra reviravolta inesperada…

    Olá, andreia,
    estou mesmo a dar os ultimos ajustes, e desculpas por este post estar a ser tipo um diálogo monopolizado entre nós duas...gostava de saber o que pensam as outras co-autoras, mas calculo que estejam de férias, Cool

    Em relação ao que dizes acima, penso que já não vou incluir o nascimento do bebe, vou ver ate onde me leva o resto da inspiração para continuar antes o meu fio da acção... deixo aqui uma sugestão que retirei de uma fanfic estrangeira, já não sei se foi duma francesa ou duma alemã, a autora nessa fic usava o recurso a flashbacks dos nossos amigos personagens, para ir completando a trama, apesar de ir avançando com ela no tempo. E penso que esta é uma óptima ideia para cada uma de nós poder eventualmente inserir alterações/acrescentos aos capítulos já escritos, ou completar a acçao de um novo capitulo a ser escrito.. confesso que usei um desses flashbacks neste "meu" capítulo 8... e provavelmente mais um ou outro irá aparecer...

    Fica a sugestão... assim, podem-se criar elos entre os capítulos, apesar mesmo da trama ter avançado uns meses lol!

    avatar
    Anbel
    Mete Ordem nos Mosqueteiros
    Mete Ordem nos Mosqueteiros

    Número de Mensagens : 538
    Idade : 44
    Localização : Lisboa
    Data de inscrição : 24/04/2009

    Fanfics

    Mensagem por Anbel em Ter Ago 10, 2010 6:02 pm

    Degen_Aramis escreveu:
    Olá, andreia,
    estou mesmo a dar os ultimos ajustes, e desculpas por este post estar a ser tipo um diálogo monopolizado entre nós duas...gostava de saber o que pensam as outras co-autoras, mas calculo que estejam de férias, Cool

    Olá Natália Very Happy

    Espero bem que esse teu capítulo esteja mesmo na fase final! Cool

    Não me parece que estejamos a monopolizar este tópico…o debate está aberto a todos aqueles que quiserem participar…o que acontece é que provavelmente eu sou a mais “refilona” de todas, por assim dizer… Razz

    Talvez seja comigo que mais tens que te preocupar porque sou bastante crítica nos comentários que faço Twisted Evil …e se houver alguma coisa que não ligue bem com o que ficou para trás não hesitarei em o dizer…

    Não nos vamos esquecer que sou a “Mete ordem” cá do sítio e por isso não vacilarei no exercício destas minhas funções…custe o que custar…

    lol! wahwah chicote lol!

    Degen_Aramis escreveu:
    Em relação ao que dizes acima, penso que já não vou incluir o nascimento do bebe, vou ver ate onde me leva o resto da inspiração para continuar antes o meu fio da acção...
    Isso ficará ao teu critério…

    Não te esqueças que não podes resolver todas as situações que estão em aberto… Wink

    Degen_Aramis escreveu:
    deixo aqui uma sugestão que retirei de uma fanfic estrangeira, já não sei se foi duma francesa ou duma alemã, a autora nessa fic usava o recurso a flashbacks dos nossos amigos personagens, para ir completando a trama, apesar de ir avançando com ela no tempo. E penso que esta é uma óptima ideia para cada uma de nós poder eventualmente inserir alterações/acrescentos aos capítulos já escritos, ou completar a acçao de um novo capitulo a ser escrito.. confesso que usei um desses flashbacks neste "meu" capítulo 8... e provavelmente mais um ou outro irá aparecer...

    Fica a sugestão... assim, podem-se criar elos entre os capítulos, apesar mesmo da trama ter avançado uns meses lol!
    Penso que a fanfic a que te referes é francesa…

    Não sou contra a utilização de flashbacks…
    De certo modo até posso dizer que já recorri a essa situação quando escrevi os capítulos terceiro e sexto…A descrição do que Nial fez nos últimos anos antes de reconhecer Aramis em Paris é uma espécie de flashbacks assim como os pensamentos que Aramis tem antes de se decidir a ir falar com o Capitão de Tréville…

    O que eu acho é que os flashbacks devem ser usados de forma moderada e pontual pois caso contrário podem criar uma certa confusão temporal se estivermos sempre a andar para a frente e para trás…mas é claro que esta é apenas a minha opinião pessoal…

    Regra geral sou adepta das narrativas lineares mas ainda estou á espera para ver o que é vai sair desse capítulo oitavo…e depois cá estarei para fazer os meus comentários e observações…
    wahwah chicote nao
    avatar
    degen_aramis
    Mosqueteiro
    Mosqueteiro

    Número de Mensagens : 66
    Idade : 39
    Localização : coimbra
    Humor : gosto de rir
    Data de inscrição : 17/07/2010

    Fanfics

    Mensagem por degen_aramis em Qua Ago 11, 2010 9:17 pm

    Olá a todas as caríssimas co-autoras,

    e obrigado pela indicação da anbel de que a senhora "mete ordem" vai ser uma noz dura de roer quando criticar o capítulo 8... zanga Razz

    Envio este post porque chãchãchãchã.... o capitulo 8 está prontinho a ser lançado para aqui...
    cheers cheers cheers

    Agora a minha pergunta é a seguinte: como faço o post dele - querem que poste todo o texto numa janela destas de mensagem, com o título dele (claro que não aqui, mas sim na secção da fic)... é que não sei o limite de espaço nestas janelas... têm limite de caracteres, ou não?

    Ou, opção 2 faço um post com um ficheiro word anexado, e cada uma abre para ler?

    O que é melhor? É que... não me matem... ficou em 23.215 palavras... affraid affraid Agora é que a administradora me manda para o olho da rua... pale

    Já agra, pergunta para a administradora Lyrinne, que penso que conhece melhor a mogukyo: uma das fanarts dela ilustra na perfeição uma cena que eu inclui no meu capitulo - acham que seria possivel incluir essa imagem no texto da fic, pedindo autorização dela? É que é mesmo 100% a cena que eu descrevi...

    Mas confesso que me deixei mesmo entusiasmar, e a inspiração levou-me para imensas coisas, e a trama desenrolou tão fluente que nem conseguia parar...

    P.F. digam de vossa justiça, e como querem que faça, ok... e sejam brandas nas críticas... just kidding... as coisas são para serem ditas, e quanto mais ideias trocarmos, mais enriquecido fica o forum... e melhor fica a fanfic...

    Até já...

    P.S. Quem irá seguir-se com o próximo capítulo? É que se bem me lembro, era suposto alguma "vítima" voluntariar-se através dos posts assim que o capítulo estivesse pronto, para as outras saberem que se segue...


    Última edição por degen_aramis em Qui Ago 26, 2010 5:36 pm, editado 1 vez(es)
    avatar
    Lyrrinne
    Estou de olho no que fazes!
    Estou de olho no que fazes!

    Número de Mensagens : 1847
    Idade : 40
    Localização : Portugal
    Humor : Amalucado
    Data de inscrição : 16/02/2008

    Re: Fic colectiva: AS COISAS MUDAM (somente comentários)

    Mensagem por Lyrrinne em Qui Ago 12, 2010 4:58 am

    Olá, quanto ao tamanho não há problema, divide o texto ao meio e coloca em 2 mensagens caso não caiba de uma só vez, que pode ser bem provável!
    Quanto à Mogukyo, poderás enviar-lhe um email e esperar que ela aceda, normalmente ela não é muito exigente nesses casos desde que lhe dêem o crédito devido, aliás ela autorizou a nossa Camila a usar como avatar aqui desenhos dela, mas nunca se sabe por isso é bom perguntares directamente, ela escreve bem em inglês. Em principio quem se seguirá será a Camila, ao inicio fazíamos por voluntarios, mas como ficamos só 3 a escrever acabamos por seguir a ordem - Camila - Andreia e eu - Razz

    Peço desculpa não ter falado mais vezes mas não tenho andado a 100% ando um pouco em baixo e o calor não me tem ajudado.

    avatar
    Anbel
    Mete Ordem nos Mosqueteiros
    Mete Ordem nos Mosqueteiros

    Número de Mensagens : 538
    Idade : 44
    Localização : Lisboa
    Data de inscrição : 24/04/2009

    Re: Fic colectiva: AS COISAS MUDAM (somente comentários)

    Mensagem por Anbel em Qui Ago 12, 2010 11:30 am

    Degen_Aramis escreveu:
    obrigado pela indicação da anbel de que a senhora "mete ordem" vai ser uma noz dura de roer quando criticar o capítulo 8... zanga Razz

    Até agora tenho procurado sempre fazer comentários e dar opiniões no sentido de melhorar o resultado final das coisas…Espero cumprir o melhor possível este objectivo pois o meu desejo é sempre o de fazer uma crítica positiva e construtiva.

    Se nalgum momento acharem que sou demasiado “chata” e que os meus comentários não interessam para nada é óbvio que me calarei…

    Mas para já estou pronta a “criticar”… wahwah chicote


    Degen_Aramis escreveu:
    Envio este post porque chãchãchãchã.... o capitulo 8 está prontinho a ser lançado para aqui...
    cheers cheers cheers

    Esta é uma boa notícia!!! lol!


    Degen_Aramis escreveu:
    ficou em 29 páginas... e 23.215 palavras... affraid affraid Agora é que a administradora me manda para o olho da rua... pale

    O capítulo ficou em mais de 23.000 palavras??? What a Face

    Isso é obra…

    Pelo andar das coisas estou a ver que vamos ter que mudar o nome do tópico de "Fic colectiva" para "Fic da Degen_Aramis"… Razz

    Mas pergunto uma coisa…
    Não será demasiado comprido quando comparado com os outros capítulos??? É que esteticamente isto vai acabar por desequilibrar bastante a narrativa pois temos capítulos muito mais pequenos e de repente deparamo-nos com um mega-capítulo que nunca mais acaba…

    Será que as pessoas depois têm paciência para lerem tanto ou acabam por se aborrecer?

    Será que há alguma possibilidade de se fazer uma sub-divisão do capítulo noutros mais pequenos?


    Degen_Aramis escrevu:
    Mas confesso que me deixei mesmo entusiasmar, e a inspiração levou-me para imensas coisas, e a trama desenrolou tão fluente que nem conseguia parar...
    Percebo o que queres dizer pois quando ponho a imaginação a funcionar também tenho uma certa dificuldade em parar e se dependesse só de mim também já tinha avançado com imensas sugestões e possibilidades…mas este é um projecto colectivo em que participam vários autores e acho que o melhor é avançar-se devagarinho para haver a oportunidade de saber qual é a reacção que as nossas ideias podem ter nos outros intervenientes.


    Degen_Aramis escreveu:
    P.F. digam de vossa justiça, e como querem que faça, ok... e sejam brandas nas críticas... just kidding... as coisas são para serem ditas, e quanto mais ideias trocarmos, mais enriquecido fica o forum... e melhor fica a fanfic...
    Espero que sim, que seja possível haver uma troca útil e saudável de ideias pois no fundo é essa finalidade de qualquer fórum.
    Se as pessoas não se puderem exprimir os fóruns deixam de cumprir o seu objectivo.


    Degen_Aramis escreveu:
    P.S. Quem irá seguir-se com o próximo capítulo? É que se bem me lembro, era suposto alguma "vítima" voluntariar-se através dos posts assim que o capítulo estivesse pronto, para as outras saberem que se segue...
    Acho que é preferível começar por se ler o capítulo e só então se decidir quem será o “continuador”.
    É que antes de se fazer isso é preciso saber se está tudo dentro dos conformes ou se é necessário fazer-se alguma alteração… Wink
    avatar
    degen_aramis
    Mosqueteiro
    Mosqueteiro

    Número de Mensagens : 66
    Idade : 39
    Localização : coimbra
    Humor : gosto de rir
    Data de inscrição : 17/07/2010

    Re: Fic colectiva: AS COISAS MUDAM (somente comentários)

    Mensagem por degen_aramis em Qui Ago 12, 2010 7:54 pm

    anbel escreveu:
    Será que as pessoas depois têm paciência para lerem tanto ou acabam por se aborrecer?
    Será que há alguma possibilidade de se fazer uma sub-divisão do capítulo noutros mais pequenos?

    Olá, se me é permitido o singelo comentário, acho que "as pessoas" daqui deste fórum, tudo fãs sanjushi, terão sempre vontade de ler fics...mesmo que seja um "mega-capítulo"...Não era minha intençao massacrar, mas sim entreter lol! o entusiasmo é que foi culpado de me ter alongado tanto...


    Até já.

    lyrinne escreveu: Olá, quanto ao tamanho não há problema, divide o texto ao meio e coloca em 2 mensagens caso não caiba de uma só vez, que pode ser bem provável!
    Peço desculpa não ter falado mais vezes mas não tenho andado a 100% ando um pouco em baixo e o calor não me tem ajudado.

    Patrícia, obrigado por responderes mesmo não estando a 100% - e sim, vou dividir o capítulo, mas conforme disse em cima.
    Talvez este meu capítulo sirva para te animar um pouco o espírito, sempre dá para ir devanear para o mundo sanjushi.. e esquecer por uns minutos a triste realidade que nos rodeia sempre, e o stress do dia a dia...
    Em relação à fanart, já enviei email para a autora, que de qualquer forma vou creditar no post do meu capítulo, enquanto não me responde. Anexei um link no texto em vez da imagem, assim não deverá haver problema...porque as pessoas vão ao site dela ver a imagem...

    Entretanto, força aí, não desanimes mesmo com o calor... há-de vir o inverno logo, logo, e depois suspiramos por causa do frio, cheers lol!

    Abraço, até já,
    Natalia.


    Última edição por degen_aramis em Qui Ago 26, 2010 5:46 pm, editado 1 vez(es)
    avatar
    Lyrrinne
    Estou de olho no que fazes!
    Estou de olho no que fazes!

    Número de Mensagens : 1847
    Idade : 40
    Localização : Portugal
    Humor : Amalucado
    Data de inscrição : 16/02/2008

    Re: Fic colectiva: AS COISAS MUDAM (somente comentários)

    Mensagem por Lyrrinne em Sex Ago 13, 2010 7:02 am

    Comecei a ler, mas ainda não acabei e estou a gostar bastante do que estou a ler no enquanto tenho que fazer 2 pequenos reparos históricos já no que li...

    1- O palácio de Versalhes começou ser construído nas primeiras décadas do século XVII. Em 1664, durante o governo de Luis XIV, foi finalizado. Assim não estaria pronto na altura em que a historia decorre que é ainda no reinado de Luis XIII.

    2 - Em 1714, os holandeses presentearam Luís XIV da França com um pé de café que cresceu numa estufa em Versailles, assim sendo acho pouco provável que o café estivesse em voga em França, antes deste acontecimento.

    Em breve acabarei a minha leitura e darei a opinião do capitulo em si Very Happy


    avatar
    degen_aramis
    Mosqueteiro
    Mosqueteiro

    Número de Mensagens : 66
    Idade : 39
    Localização : coimbra
    Humor : gosto de rir
    Data de inscrição : 17/07/2010

    para corrigir

    Mensagem por degen_aramis em Sex Ago 13, 2010 3:29 pm

    Olá, Lyrinne,
    ainda bem que a leitura não está a ser "dolorosa"... Razz
    Em relação aos dois tópicos históricos, ainda bem que estás dentro dessa parte, que eu confesso que de História Francesa da época não sei muito...só curiosidades e assim... e admito que quando escrevi o primeiro rascunho, eu tinha escrito CHÁ, mas pus-me a pensar que nem mosqueteiros beberiam tal coisa (só em caso de resfriados e doenças... já que plantas=medicinas), e nem haveria chá nessa altura ainda na Europa, a não ser talvez em Inglaterra, por causa das expansões... e portanto, alterei para café - isto porque através da minha pesquisa na net, descobri que nessa altura o chocolate estava a chegar à Europa e à corte, mas como era um produto de luxo, não o imaginei ao alcance dos nossos mosqueteiros... e fiquei pelo café...
    Portanto, se calhar quando estiverem juntas todas as propostas de alterações, temos que ver que bebida quente é que eles iam beber... talvez a vulgar cevada??? Ou será que vinho fica bem para aquecer??? Em relação a cerveja, duvido que fique bem para ser bebida para aquecer... portanto cá aguardarei para corrigir.

    Em relação ao local da cerimónia, obrigado por esclareceres isso também, assim sendo, transplanta-se a mesma para uma capela sita junto ao Palácio Real, ou mesmo uma igreja?? Tenho que ir ver um mapa de Paris, a ver o que há nessa zona - e que já estivesse construído no reinado de Luís XIII...

    Pessoal que conheça Paris - acusem-se - e digam onde haveria por volta de 1628 uma capela/igreja perto do Palácio Real... lol! lol!

    Até já,

    Natália.
    avatar
    Anbel
    Mete Ordem nos Mosqueteiros
    Mete Ordem nos Mosqueteiros

    Número de Mensagens : 538
    Idade : 44
    Localização : Lisboa
    Data de inscrição : 24/04/2009

    Re: Fic colectiva: AS COISAS MUDAM (somente comentários)

    Mensagem por Anbel em Dom Ago 15, 2010 5:20 pm

    Degen_Aramis escreveu:
    Olá, se me é permitido o singelo comentário, acho que "as pessoas" daqui deste fórum, tudo fãs sanjushi, terão sempre vontade de ler fics...mesmo que seja um "mega-capítulo"...Não era minha intençao massacrar, mas sim entreter lol! o entusiasmo é que foi culpado de me ter alongado tanto...
    Obviamente que te é permitido fazer todos os comentários que quiseres…

    Nunca disse que “as pessoas” aqui do fórum (e não percebo o porquê das aspas) não terão vontade de ler fics. O que eu perguntei é se teriam paciência para lerem algo tão comprido de uma só vez ou se acabavam por se aborrecer um pouco com leituras demasiado extensas…

    Vejo por experiência própria que capítulos excessivamente compridos acabam por se tornar difíceis de ler especialmente se o estilo de escrita não for fluido e fácil de seguir. Quando isso acontece a leitura torna-se massacrante e maçadora e pode fazer com que os leitores se aborreçam e percam o interesse… Neutral


    Entendo que te sintas entusiasmada com as ideias que estão por detrás do projecto “As coisas mudam” pois eu também estou bastante empolgada com todas as possibilidades que ainda podem fazer parte do enredo desta história…mas isso não é razão para avançar de uma só vez com tudo aquilo que nos passa pela cabeça pois neste caso o que se consegue é enredar de tal forma a acção que se torna difícil perceber qual é o verdadeiro fio orientador.

    Tenho imensas ideias que gostaria de incluir nesta história mas ainda não o fiz simplesmente porque a ocasião não apareceu…e nem sei se surgirá pois isso também vai depender do rumo que as outras participantes no projecto vierem a dar ao mesmo.

    É claro que ainda há uma outra hipótese… Cool
    Se considerar que tenho muitas ideias para uma fanfic posso sempre dedicar-me á criação de um projecto individual e próprio onde tudo depende da minha vontade e imaginação.
    Neste caso a grande vantagem é que não terei que dar satisfações a ninguém sobre a dimensão do que escrevo nem o rumo que dou á história enquanto que num projecto colectivo será sempre conveniente pensar um bocadinho nos outros intervenientes e no papel que terão no desenvolvimento do enredo…


    Degen_Aramis escreveu:
    ainda bem que a leitura não está a ser "dolorosa"... Razz
    Será que ficas muito aborrecida comigo se utilizar este teu termo para designar a leitura do capítulo/capítulos ou capítulos divididos em partes? Razz

    Achei um bocado difícil fazer a leitura seguida de todas as partes que fazem parte deste teu capítulo em primeiro lugar devido á enorme extensão do texto mas como já tinha sido feita uma observação sobre o tamanho do mesmo não posso dizer que tenha sido apanhada de surpresa…para mim o mais difícil mesmo é conseguir perceber todas as voltas e reviravoltas que a história dá a seguir pois parece-me que o capítulo ou partes, estão um bocadinho confusos ao abarcarem tantas possibilidades…


    Degen_Aramis escreveu:
    eu confesso que de História Francesa da época não sei muito...só curiosidades e assim...
    Realmente nota-se que há algumas falhas em relação á História Francesa da época…
    A Lyrrinne aponta estas duas situações mas existem outras que também não estão totalmente correctas…mas isso ficará para outra ocasião…


    Na altura em que a acção da fic decorre, Versalhes era composta por um pavilhão de caça que era o local para onde Luís XIII ia quando pretendia descontrair afastando-se da conturbada vida da Corte.

    É no tempo do seu filho, Luís XIV que começa o verdadeiro desenvolvimento de Versalhes com a construção do Palácio Real.
    Mas talvez o Versalhes daquela época fosse mesmo o sítio ideal para D’Artagnan e Constance se casarem…especialmente se ela já vai de barriga…

    Por aquilo que tenho lido sobre o comportamento e maneira de agir tanto de Luís XIII como de Ana de Áustria o que me parece é que nunca aceitariam ter serviçais tão próximos a viver “em pecado”. Acho que se a Rainha descobrisse que Constance estava solteira e grávida o mais provável era dispensá-la no momento…é por isso que acho difícil vê-la a pedir ao rei permissão para que tal casamento acontecesse numa capela dum palácio real qualquer…
    Acho que o mais provável era mandá-la para casa no momento…
    E se D’Artagnan e Constance já estão nesse ponto, talvez o mais adequado seja fazerem um casamento discreto numa igreja recatada e com poucos convidados…porque também não estou a ver o rei a dar autorização para que o Corpo de Mosqueteiros participe nisso como instituição…

    Mas agora uma pergunta… Rolling Eyes
    Será que me podem explicar o motivo para estes dois ainda não estarem casados? É que não consigo compreender porque é que primeiro tratam de providenciar o filho e só depois é que pensam no casamento…

    Porquê? Shocked

    Há alguma coisa que os impeça de tratar do casamento mais cedo?
    É que esta situação não liga muito bem com o comportamento dos dois durante a série…
    Para eles um simples beijo já era motivo de embaraço mas passarem á fase seguinte parece não representar grande problema?…

    Porquê? confused


    Quanto ás bebidas foi boa ideia não teres falado no chá porque na altura não existia em França.
    Acho que o café não era de uso corrente apesar de já ter sido introduzido na Europa mas o seu alto preço e sabor exótico deve com toda a certeza tê-lo afastado das mesas dos comuns mortais. Tal situação também ocorreu com o chocolate…
    Talvez a melhor opção seja mesmo o vinho.
    Se lermos livros com a acção a decorrer no século XVII a bebida por excelência é o vinho…que talvez possa ser aquecido nas frias noites de Inverno…


    Degen_Aramis escreveu:
    digam onde haveria por volta de 1628 uma capela/igreja perto do Palácio Real... lol! lol!
    Posso deduzir que o tal casamento entre o D’Artagnan e a Constance ocorre em 1628? Neutral

    É que se assim for o melhor é por-se de parte toda e qualquer ideia de se introduzir na fanfic o clima de tensão entre católicos e protestantes e o Cerco a La Rochelle porque em termos cronológicos essa situação já ficou para trás…




    Natália…estive a fazer uma primeira leitura deste teu capítulo e tenho muitas observações e comentários a fazer. Poderei ter que dizer coisas que não serão do teu agrado.
    Nestas circunstâncias, tens interesse que eu faça os meus comentários ou preferes que deixe as coisas assim?
    É que tenho mesmo muito para dizer…e coisas que poderás não gostar de ouvir… Neutral

    É que até apresentas ideias interessantes mas que não me parecem ser as mais adequadas como continuação da fic “As coisas mudam”.

    Dou-te os parabéns pela imaginação que tens mas questiono-me sobre este aspecto…serão estas as ideias certas para se seguir o enredo que ficou traçado nos capítulos anteriores? Rolling Eyes

    É que quando leio tudo o que escreveste tenho muita dificuldade em encontrar o seguimento dos assuntos pendentes. É claro que eles estão referidos no capítulo mas acabam por passar para um plano secundário…demasiado secundário para o que me parece ser a ideia original desta fic…é quase como se esses assuntos deixassem de ter interesse…

    Por vezes senti que estava a ler uma outra história e não “As coisas mudam”… Neutral
    avatar
    Fraulein Andreia MC
    Capitão dos Mosqueteiros
    Capitão dos Mosqueteiros

    Número de Mensagens : 544
    Idade : 30
    Localização : Lisboa
    Data de inscrição : 06/05/2009

    Re: Fic colectiva: AS COISAS MUDAM (somente comentários)

    Mensagem por Fraulein Andreia MC em Ter Ago 17, 2010 8:28 am

    Mais um absolutamente fantástico capítulo de as coisas mudam. Obrigada pelos factos históricos. estamos sempre a aprender.
    Agora com a Aramis ferida e a descobrir-se que é mulher... Ui, ui!
    avatar
    degen_aramis
    Mosqueteiro
    Mosqueteiro

    Número de Mensagens : 66
    Idade : 39
    Localização : coimbra
    Humor : gosto de rir
    Data de inscrição : 17/07/2010

    censura autorizada

    Mensagem por degen_aramis em Ter Ago 17, 2010 8:30 am

    anbel escreveu:E se D’Artagnan e Constance já estão nesse ponto, talvez o mais adequado seja fazerem um casamento discreto numa igreja recatada e com poucos convidados…porque também não estou a ver o rei a dar autorização para que o Corpo de Mosqueteiros participe nisso como instituição…

    Apenas incluí esta cerimónia assim, porque seria usual quando um mosqueteiro casasse, os colegas prestarem homenagem... mas claro que tudo o que escrevi está aberto a "censura" e alteração - como digo, foram apenas ideias minhas... uma cerimónia discreta é sempre mais adequada, atendendo também ao carácter da Constance e do D'Artagnan - as co-autoras podem e têm o direito de pedir altareçoes no que eu escrevi, uma vez que caí de pára-quedas na fic colectiva... e quem estava antes é que manda... no offense taken!!!


    anbel escreveu:Mas agora uma pergunta… Rolling Eyes
    Será que me podem explicar o motivo para estes dois ainda não estarem casados? É que não consigo compreender porque é que primeiro tratam de providenciar o filho e só depois é que pensam no casamento…

    Porquê? Shocked

    Há alguma coisa que os impeça de tratar do casamento mais cedo?
    É que esta situação não liga muito bem com o comportamento dos dois durante a série…
    Para eles um simples beijo já era motivo de embaraço mas passarem á fase seguinte parece não representar grande problema?…

    Porquê? confused

    Em relação a este tópico, optei apenas por introduzir o casamento porque pensei precisamente no contexto histórico da situação de haver uma gravidez e não estarem aidna casados...mas quem introduziu a parte de haver uma gravidez foi a Lyrinne, portanta se calhar esta resposta terá de ser também respondida por ela...lol... ou se ela já incluia a hipótese de eles terem casado em segredo... mas não ficou escrito...ehheheh... Razz

    anbel escreveu:Quanto ás bebidas foi boa ideia não teres falado no chá porque na altura não existia em França.
    Acho que o café não era de uso corrente apesar de já ter sido introduzido na Europa mas o seu alto preço e sabor exótico deve com toda a certeza tê-lo afastado das mesas dos comuns mortais. Tal situação também ocorreu com o chocolate…
    Talvez a melhor opção seja mesmo o vinho.
    Se lermos livros com a acção a decorrer no século XVII a bebida por excelência é o vinho…que talvez possa ser aquecido nas frias noites de Inverno…

    Ok, parece-me que afinal vamos ter vinho... isto claro se o capítulo la ficar... mas alterarei de qualquer forma para vinho... Laughing


    anbel escreveu:Posso deduzir que o tal casamento entre o D’Artagnan e a Constance ocorre em 1628? Neutral

    É que se assim for o melhor é por-se de parte toda e qualquer ideia de se introduzir na fanfic o clima de tensão entre católicos e protestantes e o Cerco a La Rochelle porque em termos cronológicos essa situação já ficou para trás…

    Em relação à data, fica também ao vosso critério... isto de 1628 foi apenas uma ideia...e não me foquei na parte da história francesa... apenas quis seguir o anime... portanto a acção poderá obviamente estar a decorrer mais cedo, antes do cerco...para poderem ser introduzidos outros desenvolvimentos na trama... Mas já agora, fica uma pergunta minha: a acção desta fic supostamente decorre depois do OVA, tipo um ano ou assim depois? Tenho de ir ver o post inicial da Camilla para verificar... mas se não era essa a cronologia, então esqueçam as datas...

    anbel escreveu:Natália…estive a fazer uma primeira leitura deste teu capítulo e tenho muitas observações e comentários a fazer. Poderei ter que dizer coisas que não serão do teu agrado.
    Nestas circunstâncias, tens interesse que eu faça os meus comentários ou preferes que deixe as coisas assim?
    É que tenho mesmo muito para dizer…e coisas que poderás não gostar de ouvir… Neutral

    É que até apresentas ideias interessantes mas que não me parecem ser as mais adequadas como continuação da fic “As coisas mudam”.

    Dou-te os parabéns pela imaginação que tens mas questiono-me sobre este aspecto…serão estas as ideias certas para se seguir o enredo que ficou traçado nos capítulos anteriores? Rolling Eyes

    É que quando leio tudo o que escreveste tenho muita dificuldade em encontrar o seguimento dos assuntos pendentes. É claro que eles estão referidos no capítulo mas acabam por passar para um plano secundário…demasiado secundário para o que me parece ser a ideia original desta fic…é quase como se esses assuntos deixassem de ter interesse…

    Por vezes senti que estava a ler uma outra história e não “As coisas mudam”… Neutral

    Ora essa, eu sabia que quando escrevi esta enorme narrativa, que iria "levar por tabela"... e que tu, como "mete-ordem" irias fazer valer a tua crítica chicote

    O que eu escrevi, foi meramente indicativo, isto é, se as 3 co-autoras acharem por bem que só se aproveita um pedaço daqui e outro dali, faz-se a montagem do que pensam que se pode deixar ficar para respeitar mais o que referes de manter o fio de "as coisas mudam..."e faz-se um capítulo mais pequeno... que eu não me importo... manda vir essas críticas... não vão ser muito duras, Uuuh
    E é assim que se constrói um fórum construtivo, e uma fic colectiva na qual eu me "infiltrei" - sendo que as outras 3 co-autoras já eram veteranas e se conheciam bem...


    Lyrinne, e Camilla, cá aguardo também a vossa sentença...

    Até já, e no offense taken...

    Natalia.

    P.S. Só me permito uma coisinha que se calhar deve ficar daquilo que eu introduzi, e se as 3 concordarem, claro: fiz uma descriçao física do Nial, uma vez que ainda não tinha aparecido nada nesse sentido... quem introduziu/criou o Nial, diga se concorda com o aspecto que eu lhe dei... olhos castanho-esverdeados, cabelos curtos castanhos...
    avatar
    Lyrrinne
    Estou de olho no que fazes!
    Estou de olho no que fazes!

    Número de Mensagens : 1847
    Idade : 40
    Localização : Portugal
    Humor : Amalucado
    Data de inscrição : 16/02/2008

    Re: Fic colectiva: AS COISAS MUDAM (somente comentários)

    Mensagem por Lyrrinne em Ter Ago 17, 2010 9:05 am

    Eu ainda não tive o tempo para acabar de ler o que escreveste... de facto esticaste-te um pouco, das próximas vezes tenta limitar um pouco mais a extensão da narrativa, as criticas da Anbel são sempre construtivas e objectivas e por isso devem ser tomadas em conta... um facto que a Anbel referiu e também senti era que estarias a desviar-te da linha traçada inicialmente pelas 3... na questão do casamento eu referi algures que eles estariam supostamente já casados nesta fic, não necessariamente casados em segredo, mas com um casamento modesto. Outra questão sobre Nial já foi feita neste tópico por mim uma discrição do mesmo como ainda não eras inscrita no fórum não terás lido assim cá fica de novo:

    Nial é nada mais nada menos do que um diminutivo criado pela própria Renée enquanto criança para o amigo, o seu nome é de facto Nicholas Albert
    E como é o nosso Nial fisicamente? Imagino-o um pouco mais alto que Renée não se destacando assim muito mais perante os outros mosqueteiros. É magro e sem grande musculatura. Tem um andar descontraído, pode-se dizer que confiante e saltitão. O cabelo, castanho claro, usa-o muito comprido amarrado junto à nuca (rabo-de-cavalo). Os olhos são cinza-esverdeados e melancólicos. Nial não usa barba feita, mas sim aquela de quem só a faz de três em três dias… LOL… que lhe dá um ar algo de galanteador. Veste-se de forma simples, apercebemo-nos que é um homem do Povo e sem títulos nem riquezas, anda regularmente de gibão aberto!
    Psicologicamente, bem foi aqui que devíamos ter comentado mais… pois a ideia que tive dele inicialmente não foi facilmente captada pela Camila… tendo causado alguma “moleza” da parte do bom Nial… que pareceu aceitar com facilidade demais que não conseguia chegar perto daquela nova Renée aguerrida… pois Nial é de facto extremamente teimoso e determinado e não vai olhar muito a meios para conquistar o seu amor de infância! Por isso o Athos que se cuide, pois acho que até vai ter algum duelo e alguma rivalidade à mistura É alguém fiel e protector àqueles que ama e pode deixar escapar uma outra vez essa protecção sobre Renée, esquecendo a situação dessa e causando assim a desconfiança dos restantes mosqueteiros que poderão comentar.

    Espero que não julgues que te estamos a atacar de alguma forma, estamos simplesmente a limar arestas, visto que caíste de pára quedas na fic há coisas que poderemos até ter discutido que desconheças. Estamos a tentar ajudar no máximo do possível!

    avatar
    Anbel
    Mete Ordem nos Mosqueteiros
    Mete Ordem nos Mosqueteiros

    Número de Mensagens : 538
    Idade : 44
    Localização : Lisboa
    Data de inscrição : 24/04/2009

    Re: Fic colectiva: AS COISAS MUDAM (somente comentários)

    Mensagem por Anbel em Ter Ago 17, 2010 5:10 pm

    Degen_Aramis escreveu:
    Apenas incluí esta cerimónia assim, porque seria usual quando um mosqueteiro casasse, os colegas prestarem homenagem...
    Obviamente que não há problemas em ter os colegas a prestar homenagem…
    Esta minha chamada de atenção deve-se apenas ao facto de descreveres um casamento com uma noiva grávida…
    Tenho muitas dúvidas que no século XVII e no tempo de Luís XIII este fosse motivo para cerimónias muito grandiosas!


    Degen_Aramis escreveu:
    mas claro que tudo o que escrevi está aberto a "censura" e alteração - como digo, foram apenas ideias minhas...
    Não entendo isto como “censura” mas apenas observações que têm como único objectivo corrigir coisas que não estejam muito adequadas á realidade histórica da época ou que pura e simplesmente não encaixam com o que foi descrito atrás…


    Degen_Aramis escreveu:
    uma cerimónia discreta é sempre mais adequada, atendendo também ao carácter da Constance e do D'Artagnan - as co-autoras podem e têm o direito de pedir altareçoes no que eu escrevi, uma vez que caí de pára-quedas na fic colectiva... e quem estava antes é que manda... no offense taken!!!
    Não tenho qualquer tipo de problemas com casamentos majestosos…
    Noutras circunstâncias até nem me opunha a isso…

    Por acaso numa das ideias que tenho para fanfics até imagino um casamento entre o D’Artagnan e a Constance com a presença dos próprios reis…mas a diferença em que neste caso a noiva não vai com “brinde”! Razz

    No que se refere aos “direitos” e “poderes” das co-autoras nós não estamos aqui para “obrigar” ninguém a seguir as nossas ideias…O que pretendemos é que haja uma troca saudável e salutar de pensamentos com o objectivo de criar uma história que seja interessante e coerente…

    E não há nada disso do “quem estava antes é que manda”…pois este é um projecto público aberto a todos aqueles que quiserem participar. O problema é que até tu teres aparecido só eu, a Lyrrinne e a Camilla é que nos tínhamos voluntariado para escrever os capítulos…


    Degen_Aramis escreveu:
    Em relação a este tópico, optei apenas por introduzir o casamento porque pensei precisamente no contexto histórico da situação de haver uma gravidez e não estarem aidna casados...mas quem introduziu a parte de haver uma gravidez foi a Lyrinne, portanta se calhar esta resposta terá de ser também respondida por ela...lol... ou se ela já incluia a hipótese de eles terem casado em segredo... mas não ficou escrito...ehheheh... Razz

    É verdade que a Lyrrinne introduziu o tema da gravidez da Constance sem mencionar concretamente um casamento anterior mas nesta própria secção dos comentários falámos sobre isso concluindo-se que D’Artagnan e Constance teriam contraído matrimónio antes da fic começar.

    Esta é a resposta que a Lyrrinne deu na altura a esta questão:
    aqui segui a ideia que a esta altura da historia eles ja seriam casados, casaram algures entre o OVA e esta fic LOL... estou a brincar, mas sim parti do principio que a esta altura da historia ja seriam de facto um casal!


    Degen_Aramis escreveu:
    Ok, parece-me que afinal vamos ter vinho... isto claro se o capítulo la ficar... mas alterarei de qualquer forma para vinho... Laughing

    Pessoalmente acho que o vinho acaba por ser a melhor opção pois é a bebida por excelência que aparece nas histórias cuja acção decorre no século XVII.


    Degen_Aramis escreveu:
    Em relação à data, fica também ao vosso critério... isto de 1628 foi apenas uma ideia...e não me foquei na parte da história francesa... apenas quis seguir o anime...

    Nesta secção dos comentários tenho avançado sempre com a possibilidade da acção da fanfic estar a decorrer na Primavera/Verão de 1627 pois no capítulo quarto diz-se que tinham passado oito anos desde que Aramis fugira de casa.

    Sempre pressupus que o rapto de Phillipe e consequente assassinato de François tinham ocorrido em 1619.
    1619 mais 8 dá 1627, ano do Cerco de La Rochelle…

    Foi este o motivo que me levou a querer introduzir esta possibilidade na acção da fanfic!


    Degen_Aramis escreveu:
    portanto a acção poderá obviamente estar a decorrer mais cedo, antes do cerco...para poderem ser introduzidos outros desenvolvimentos na trama...
    Se o objectivo é impedir essa guerra que começa em 1627 é conveniente que a acção esteja a decorrer antes do inicio do Cerco porque a partir do momento em que este começa já não faz sentido empregar esforços para o evitar…a não ser que os nossos mosqueteiros estejam á procura de motivos para serem declarados dementes… Razz


    Degen_Aramis escreveu:
    Mas já agora, fica uma pergunta minha: a acção desta fic supostamente decorre depois do OVA, tipo um ano ou assim depois? Tenho de ir ver o post inicial da Camilla para verificar... mas se não era essa a cronologia, então esqueçam as datas...
    Primeiro parágrafo da fic colectiva “As coisas mudam”…
    Cronologia: Após o término da 2ª temporada de Sanjuushi e do Aramis no Bouken.


    Um pequeno conselho Natália…
    Para participares neste projecto será conveniente leres atentamente tudo o que se refere a este assunto, tanto a fic em si como também a secção dos comentários para poderes ficar dentro do assunto e não teres este tipo de dúvidas.
    É que assim já se evitam muitas confusões e mal-entendidos… Wink


    Degen_Aramis escrevu:
    Ora essa, eu sabia que quando escrevi esta enorme narrativa, que iria "levar por tabela"... e que tu, como "mete-ordem" irias fazer valer a tua crítica chicote


    Então é altura de fazer uma pergunta…

    Se sabias que ias “levar por tabela” porque é que te expandiste tanto?
    Será que gostas assim tanto de “puxões de orelhas”??? Shocked

    O que acontece é que como sou parte integrante deste projecto tenho tendência a ser mais rigorosa nos comentários e observações que faço…

    Porquê?

    Porque também tenho que pôr a imaginação a trabalhar para poder arranjar ideias para a continuação e por isso sinto-me mais á vontade para chamar a atenção para aquilo que não conjuga muito bem com o que está para trás…

    Já fiz alguns comentários mas ainda não disse tudo…muito mais há para referir… Razz


    Degen_Aramis escreveu:
    O que eu escrevi, foi meramente indicativo, isto é, se as 3 co-autoras acharem por bem que só se aproveita um pedaço daqui e outro dali, faz-se a montagem do que pensam que se pode deixar ficar para respeitar mais o que referes de manter o fio de "as coisas mudam..."e faz-se um capítulo mais pequeno... que eu não me importo... manda vir essas críticas... não vão ser muito duras, Uuuh

    Bem…neste aspecto também precisamos de saber qual é a tua vontade…
    Há uns tempos também fiz várias observações e comentários a um capítulo escrito pela Camilla e ela decidiu alterá-lo. Eu e a Lyrrinne (mais eu do que a Lyrrinne) apenas chamámos a atenção para coisas que não ligavam bem com o que estava para trás…
    O resto foi decidido pela Camilla.

    Até agora limitei-me a fazer algumas observações de carácter geral…o que significa que ainda não entrei nos pormenores propriamente ditos do que se passa neste capítulo.

    É que ainda me falta comentar os vários passos de acção que segues… Razz

    Seja como for acho que também já estou a ter uma ideia daquilo que se pode fazer com este capítulo…isto é…se não se quiser fazer alterações… Wink


    Degen_Aramis escreveu:
    E é assim que se constrói um fórum construtivo, e uma fic colectiva na qual eu me "infiltrei" - sendo que as outras 3 co-autoras já eram veteranas e se conheciam bem...
    Aqui nunca houve esse tipo de discriminação…
    Nunca houve qualquer tipo de distinção entre os membros…

    Todos são bem recebidos e bem tratados pelo que não faz sentido falar-se em membros veteranos e membros principiantes pois todos têm o mesmo tratamento…


    Degen_Aramis escreveu:
    P.S. Só me permito uma coisinha que se calhar deve ficar daquilo que eu introduzi, e se as 3 concordarem, claro: fiz uma descriçao física do Nial, uma vez que ainda não tinha aparecido nada nesse sentido... quem introduziu/criou o Nial, diga se concorda com o aspecto que eu lhe dei... olhos castanho-esverdeados, cabelos curtos castanhos...

    Mais uma vez chamo a atenção para a leitura da secção dos comentários á fanfic colectiva…
    Se tivesses prestado um bocadinho mais de atenção verificarias que esse descrição é feita aqui…o que significa que há aqui mais um factor que não bate certo com o que está para trás… Razz


    Lyrrinne escreveu:
    Eu ainda não tive o tempo para acabar de ler o que escreveste... de facto esticaste-te um pouco, das próximas vezes tenta limitar um pouco mais a extensão da narrativa,
    Por estas palavras da Lyrrinne pode-se deduzir que a leitura está a ser um pouco complicada.
    De facto também senti o mesmo, não só pela extensão do capítulo mas mais pela maneira como a acção é descrita…É que a narrativa acaba por se tornar um bocado confusa o que dificulta a compreensão do texto. Neutral


    Lyrrinne escreveu:
    as criticas da Anbel são sempre construtivas e objectivas e por isso devem ser tomadas em conta... um facto que a Anbel referiu e também senti era que estarias a desviar-te da linha traçada inicialmente pelas 3...

    Obrigada! Very Happy

    Procuro sempre que as minhas palavras e os meus comentários possam ajudar a melhorar o trabalho final!

    Quando leio todos os passos da acção deste capítulo sinto que aquilo que escolhemos para tema central desta fanfic praticamente desaparece deste texto.

    É como se as várias personagens estivessem indiferentes em relação á realidade, a viver num outro mundo…
    O problema da carta do Athos passa despercebido…o relacionamento Aramis/Nial esbate-se e aquele clima de guerra iminente que aparece referido nos dois capítulos anteriores é praticamente inexistente.

    Por outro lado aparece a Milady…mais uma vez a vilã de eleição…que “aterra” aqui de pára-quedas e começa a desviar o enredo para uma direcção que não tem nada a ver com a ideia inicial!!! Neutral

    Já que estou aqui a falar da Milady aproveito para fazer uma outra observação…

    Será que sou a única pessoa a estar farta de ter sempre a Milady como a vilã por excelência? Rolling Eyes

    É que começa a ser um bocado cansativo ter sempre a Milady enfiada em todas as intrigas e maquinações…


    Lyrrinne escreveu:
    na questão do casamento eu referi algures que eles estariam supostamente já casados nesta fic, não necessariamente casados em segredo, mas com um casamento modesto.
    Sim…isso foi mencionado aqui neste mesmo tópico…
    É que não há razão nenhuma para que eles não se tenham casado antes…e nesse caso até podemos ter os mosqueteiros prestar homenagem, se isso animar mais a Degen_Aramis…


    Lyrrinne escreveu:
    Outra questão sobre Nial já foi feita neste tópico por mim uma discrição do mesmo como ainda não eras inscrita no fórum não terás lido assim cá fica de novo
    O facto da Natália não fazer parte do fórum não é “desculpa” para não prestar mais atenção aos vários temas e assuntos já abordados por aqui…
    Natália…presta mais atenção ás coisas está bem? Wink


    Lyrrinne escreveu:
    Espero que não julgues que te estamos a atacar de alguma forma, estamos simplesmente a limar arestas, visto que caíste de pára quedas na fic há coisas que poderemos até ter discutido que desconheças. Estamos a tentar ajudar no máximo do possível!
    De forma alguma…O nosso objectivo não é “dizer mal” ou desmotivar os participantes neste projecto…Apenas queremos ajudar chamando a atenção para aquelas coisas que não estão tão bem.

    E como já disse antes, ser “nova no fórum” não vai ser desculpa para “desconhecer” todo o trabalho que já foi feito antes.
    A secção dos comentários á fanfic tem tudo aquilo que já foi discutido por aqui referente a este assunto…e se houver dúvidas podes sempre perguntar! Wink



    Natália…como já disse antes, dou-te os PARABÉNS pelo factor imaginação…
    De facto, demonstraste ter uma grande capacidade de invenção…o problema é que a maior parte das ideias que apresentas não são bem a continuação do que nós idealizámos…

    É por isso que aproveito para deixar aqui uma sugestão…
    Porque não aproveitar algumas destas tuas ideias para criar uma outra fanfic…individual ou colectiva?
    Talvez se possa utilizar aspectos comuns mas diferenciar um pouco a acção…

    É apenas uma pequena sugestão… Wink
    avatar
    Fraulein Andreia MC
    Capitão dos Mosqueteiros
    Capitão dos Mosqueteiros

    Número de Mensagens : 544
    Idade : 30
    Localização : Lisboa
    Data de inscrição : 06/05/2009

    Re: Fic colectiva: AS COISAS MUDAM (somente comentários)

    Mensagem por Fraulein Andreia MC em Qua Ago 18, 2010 2:15 am

    Anbel escreveu:


    É por isso que aproveito para deixar aqui uma sugestão…
    Porque não aproveitar algumas destas tuas ideias para criar uma outra fanfic…individual ou colectiva?
    Talvez se possa utilizar aspectos comuns mas diferenciar um pouco a acção…

    É apenas uma pequena sugestão… Wink

    Concordo com a Anbel. A maneira como estás a continuar a fic é fabulosa.
    Ainda não recuperei da gravidez da Constance...LOL Será menino ou menina? A curiosidade...LOL
    E claro, aventura, sempre!
    avatar
    Anbel
    Mete Ordem nos Mosqueteiros
    Mete Ordem nos Mosqueteiros

    Número de Mensagens : 538
    Idade : 44
    Localização : Lisboa
    Data de inscrição : 24/04/2009

    Re: Fic colectiva: AS COISAS MUDAM (somente comentários)

    Mensagem por Anbel em Qua Ago 18, 2010 7:10 am

    Fraulein Andreia MC escreveu:
    Concordo com a Anbel. A maneira como estás a continuar a fic é fabulosa.
    Fraulein…espero que tenhas entendido o verdadeiro sentido das minhas palavras…

    Eu digo que a Natália tem uma excelente imaginação mas isso não significa que esta seja a melhor continuação para esta fanfic porque não é…

    O que quero dizer é que as ideias da Degen_Aramis são boas mas num outro contexto e não neste…porque há aqui um grande desvio em relação á ideia original e ao que ficou exposto nos capítulos anteriores…

    E se depender de mim, esta fanfic ainda leva uma grande volta… wahwah


    Fraulein Andreia MC escreveu:
    Ainda não recuperei da gravidez da Constance...LOL Será menino ou menina? A curiosidade...LOL
    Não será difícil responder a esta pergunta porque…ou será menino…ou menina…ou os dois!! Razz


    Fraulein Andreia MC escreveu:
    E claro, aventura, sempre!
    Bem…ideias não faltam… Wink

    Resta saber é se haverá oportunidade para tudo…mas o que não couber aqui poderá sempre servir para futuras fanfics… Cool
    avatar
    Fraulein Andreia MC
    Capitão dos Mosqueteiros
    Capitão dos Mosqueteiros

    Número de Mensagens : 544
    Idade : 30
    Localização : Lisboa
    Data de inscrição : 06/05/2009

    Re: Fic colectiva: AS COISAS MUDAM (somente comentários)

    Mensagem por Fraulein Andreia MC em Qua Ago 18, 2010 7:38 am

    Então, força aí, Anbel. Dá essa volta. estou contigo.
    avatar
    Anbel
    Mete Ordem nos Mosqueteiros
    Mete Ordem nos Mosqueteiros

    Número de Mensagens : 538
    Idade : 44
    Localização : Lisboa
    Data de inscrição : 24/04/2009

    Re: Fic colectiva: AS COISAS MUDAM (somente comentários)

    Mensagem por Anbel em Qua Ago 18, 2010 8:30 am

    Obrigada pelo incentivo Fraulein mas ainda é cedo para se tratar disso pois estamos a analisar e comentar o capítulo escrito pela Degen_Aramis e só mais tarde é que pensamos na continuação da história…

    Para já ainda é preciso saber se este capítulo fica como está ou se vai sofrer alterações e só depois é que se trata do resto…


    Mas obviamente que já começo a pensar nas voltas que o enredo pode dar… Wink
    avatar
    Lyrrinne
    Estou de olho no que fazes!
    Estou de olho no que fazes!

    Número de Mensagens : 1847
    Idade : 40
    Localização : Portugal
    Humor : Amalucado
    Data de inscrição : 16/02/2008

    Re: Fic colectiva: AS COISAS MUDAM (somente comentários)

    Mensagem por Lyrrinne em Qua Ago 18, 2010 8:54 am

    Ai... Ai... Ai... que esta fic tá a dar mais dor de cabeça que devia! Shocked Acho que houve aqui uma pequena falha de todos envolvidos, talvez devêssemos ter tido a precaução de ter alertado a Natália da linha histórica já pré definida da fic, e a Natália talvez tivesse tido menos "chicotadas psicológicas" se tivesse encurtado a fic para metade e lido com atenção este tópico de comentários, e as ideias que haviam já no ar, visto que ia entrar numa altura que se revelava algo critica para a história. Julgo que saltar por cima do conflito bélico não será a melhor linha, se historicamente aconteceu, no meu ponto de vista é bom meter as personagens no contexto Histórico onde supostamente viveram... escrever algumas fics também requer alguma investigação Histórica, mesmo que esta não tinha sido a nossa matéria favorita na escola (que não é o meu caso)... Very Happy Mas mais historicamente correcta mais credível se torna a história em si!

    No teu caso Natália, acho tal como a Anbel, que tens uma excelente imaginação e que deves sempre que possível pôr-la à prova, mas com o entusiasmo da escrita deslizastes na colectiva por veredas que não estavam previstas para o desenrolar da história... e que veredas essas! Suspect
    De facto, o retorno da Milady decepcionou-me um pouco, será que o raio da mulher não morre de vez, ou se fica viva não aprende a lição?... oh, vá para um convento, ou cortem-lhe já de uma vez a cabeça doida, que já não a suporto LOL Razz

    Como foi referido, neste forum, não fazemos destinações entre veteranos e newbies, aqui uma vez inscritos passam a fazer parte da família, (tudo que se pede é que participem e não rondem feito fantasmas, como há muitos por aqui LOL) podendo falar, criticar e argumentar à vontade é somente ESTRITAMENTE PROIBIDO rebaixamentos ou ataques pessoais, Evil or Very Mad de resto DEVEM sentir-se todos em casa e discutir todos os assuntos abertamente expressando as suas ideias! Smile

    Somente não quero, Natália, que te sintas atacada ou ofendida com o que foi dito, por favor... como artista sei bem que por vezes não se lida bem com as criticas e que podem magoar um pouco, mas é assim que podemos desenvolver novas e melhores capacidades tanto artísticas como na escrita e até pessoalmente.

    Sobre este capitulo em especial não sei como todos quererão fazer. somos um forum democrático e aberto a opiniões, diz-nos de tua justiça Natália o que realmente gostarias de manter, estarias disposta a encurtar a história a "refazer" alguns pontos para que a história volte a encaixar de novo no contexto original?

    Outra pequena observação, não sei se notaste que ao longo da fic íamos deixando dicas no ar para que a pessoa que se seguisse as agarrasse e escrevesse a sua versão a partir dessa ideia, caso isso não acontecesse porque a dica era demasiado subtil, tentava-se noutra oportunidade pegar nela, por exemplo a dica que algo se passaria com Constance deixei no 2º capitulo, como houve a abertura aproveitei-a para a colocar no 7º capitulo Wink

    E acho que já escrevi mais do que é costume! LOL Very Happy mas como é um caso importante como a fic achei, por bem, tambem deixar o que penso do assunto, como Fundadora do forum gosto de estar atenta ao que se passa, mesmo que por vezes eu não comente e imediato estou de facto de olho no que é feito aqui! (que medo LOL)

    Bem, cá espero os comentários seguintes, iremos descalçar esta "bota militar" cujos cordões deram um pequeno nó! cyclops

    avatar
    degen_aramis
    Mosqueteiro
    Mosqueteiro

    Número de Mensagens : 66
    Idade : 39
    Localização : coimbra
    Humor : gosto de rir
    Data de inscrição : 17/07/2010

    fic

    Mensagem por degen_aramis em Qua Ago 18, 2010 2:51 pm

    Olá, caríssimas co-autoras,

    uiuiuiuiui, que me meti mesmo numa alhada, ao que parece...

    só para começar, realmente, eu de facto li os vossos posts, mas com a inspiração da escrita, deixei-me levar na onda... e reparo agora que sim, o fio não foi seguido...mas espero poder dar a volta, especialmente depois das vossas dicas, e com as sugestões que vos deixo em baixo.. só falta a Camilla pronunciar-se... mas decerto que concorda convosco. study

    Em relação à descrição física do Nial fica a minha obviamente sem efeito, ou melhor, muda-se para o look original já referido; tenho agora é a dúvida se se mantém com os cabelos compridos e rabo de cavalo como referido pela Lyrinne, ou se com cabelos curtos como visualizado pela Anbel???

    Em relação ao casamento, pura e simplesmente optarei por retirar também essa parte da trrama, uma vez que já teriam casado antes desta fic; ou então usar apenas como flashback como memória de algum dos personagens num contexto de sofrimento pessoal (p.ex. de Aramis /Athos versus os seus sentimentos - a cena do bouquet para ambos.... início do Athos confuso sobre estar a ter sentmentos face a um "homem"...);

    Em relação aos comments gerais, e como já disse aqui no meu post anterior, ninguém me ofendeu ou atacou, são tudo comments bem intencionados!! E como as ideias iniciais foram vossas, e foram vocês que deram o mote, apenas agradeço a sinceridade, e as sugestões... e peço desculpas pelo tamanhão da coisa... sei que foi excessivo...
    E apenas mencionei o facto de haver "veteranas" porque estao por aqui há mais tempo que eu, sei que não há diferenciação entre os posters mais antigos e mais novos, aqui tudo está em familia, e nao há discriminações - p.f. não entendam mal as minhas palavras, Ok? não foram ditas nesse sentido... apenas eram para dizer que estão por aqui há mais tempo, nada mais... Razz ...

    E sim, aceito a sugestão de ir pegar nas coisas que por aqui estão "a mais", e colocar na minha fic pessoal, que também está a ser escrita... e quiçá, deixar no ar uma outra nova sugestão de fic colectiva... logo se verá.

    lyrinne escreveu:Sobre este capitulo em especial não sei como todos quererão fazer. somos um forum democrático e aberto a opiniões, diz-nos de tua justiça Natália o que realmente gostarias de manter, estarias disposta a encurtar a história a "refazer" alguns pontos para que a história volte a encaixar de novo no contexto original?

    Em relação à trama propriamente dita, e como também já disse, acho que então a melhor hipótese é dizerem o que pensam que vai manter de melhor forma a linha que tinham já traçado, de tudo aquilo que eu escrevi; eu entretanto, poderei retirar tudo o que postei, e ficar à espera de indicações ainda mais concretas da vossa parte, e depois rearticulo/reedito para um capítulo novo, mais pequeno, e esse ficará então como o capítulo 8 final (no entanto, sempre aberto a correcções, e sugestões) Smile

    Mas basicamente, e para responder à anbel e à lyrinne, eu gostaria de manter a parte 1 no que respeita ao desenvolvimento da relação entre Aramis e Nial (aquela prova final, o respeito que ele ganha, ...), isto se concordarem, claro, mas excluindo a Milady desta trama;

    anbel escreveu: mas eu estava a pensar que aqui na nossa história os nossos amigos mosqueteiros ainda têm muito para fazer como por exemplo participarem em missões secretas para espiarem os exércitos da outra parte ou então tentarem entrar em contacto com dirigentes que poderão ainda querer evitar essa situação de conflito

    lyrinne escreveu:De facto antes de uma guerra tem que haver muita espionagem... poderá haver aí a deixa para a carta do nosso amigo Athos? Poderá alguém da família estar metida em contra espionagem por exemplo e esteja em apuros...

    Não sei se gostaram da volta que dei à carta de Athos, mas se não, essa também pode ser eliminada e/ou alterada para outra forma, mas parece-me que no seguimento dos vossos posts sobre a viagem de Athos, e talvez vir alguém ao seu encontro, se esse encontro ocorrer em Paris, precisamente porque o fiel criado já lá está, Athos não precisa de ir Bearn, até porque os documentos estão na posse do tal advogado... Bom, e também no facto de estar um familiar envolvido numa conspiração contra o rei e/ou outro familiar envolvido na contra-espionagem e em apuros, acho que seria um bom ponto de partida para elaborar depois de eu alterar algumas coisas, e deixar certas informações no ar - o que vos parece?

    Mas parece-me igualmente interessante eu introduzir aqui uma outra personagem, a tal que vem para atazanar o juízo de Athos, do seu passado...e o triângulo passaria a quadra, envolvendo os desejados ciúmes de Aramis face a Athos (referido pela Camilla), e os ciúmes de Nial vs. Athos, e os de Athos vs. Nial... grande tramóia... - quadra: Athos - Nial - Aramis - outra personagem (hmmmm - feminina Question Question ) nova do passado de Athos;

    Eu optaria por eliminar toda a parte do rapto de Aramis;

    Os sentimentos entre ela e Athos, penso que os gostava de manter, pelo menos a cena da chuva...iria é aparecer noutro contexto, mas iria aparecer;

    A ida a Inglaterra, e o revelar dos segredos do Athos e Aramis - achei interessante colocar desta forma, e introduzir a Marie e também para poder haver "pimenta" chicote depois entre Athos e Nial - tipo o tal duelo já falado pela Camilla...- mas poderá não haver aquele amor à 1ªvista entre Nial e Marie, se não acharem bom para a trama inicial...claro que a descoberta da verdadeira identidade de Aramis seria essencial para começar a haver os tais ciúmes...

    Portanto, estes seriam talvez os tópicos que eu gostaria de manter, o que já ficaria um capitulo bem mais pequeno... wahwah

    deixo no ar uma última decisão que estou a tomar neste instante: será que era viável esquecer tudo o que eu postei, darem-me mais umas sugestões para ajustes e/ou aproveitamentos do que já está por mim escrito, e esperarem uns dias, e depois eu postaria um outro capitulo, diferente, mais curto, e de encontro à vossa linha original?????


    Bom, isto parece um testamento, mas depois de ler tudo o que me indicaram, de reler todos os posts e os 7 capitulos anteriores, fiquei novamente inspirada para ir fazer um novo chapter 8...

    Cá aguardo novas "sentenças" e "censura" (mais uma vez não é para levar estas palavras literalmente, ok!!), e mais uma vez obrigado por serem tão sinceras com tudo - e mais uma vez digo "NO OFFENSE TAKEN"

    Até já,

    Natalia.
    avatar
    Anbel
    Mete Ordem nos Mosqueteiros
    Mete Ordem nos Mosqueteiros

    Número de Mensagens : 538
    Idade : 44
    Localização : Lisboa
    Data de inscrição : 24/04/2009

    Re: Fic colectiva: AS COISAS MUDAM (somente comentários)

    Mensagem por Anbel em Qua Ago 18, 2010 5:40 pm

    Lyrrinne escreveu:
    Ai... Ai... Ai... que esta fic tá a dar mais dor de cabeça que devia! Shocked

    Realmente tens razão… Razz


    Lyrrinne escreveu:
    Acho que houve aqui uma pequena falha de todos envolvidos, talvez devêssemos ter tido a precaução de ter alertado a Natália da linha histórica já pré definida da fic, e a Natália talvez tivesse tido menos "chicotadas psicológicas" se tivesse encurtado a fic para metade e lido com atenção este tópico de comentários, e as ideias que haviam já no ar, visto que ia entrar numa altura que se revelava algo critica para a história.
    Não estou totalmente de acordo com o que dizes por um motivo muito simples…a Natália ofereceu-se para participar neste projecto o que pressupunha que teria lido tudo o que foi escrito e comentado até ao momento…

    Parece-me que os capítulos anteriores estão escritos de forma suficientemente clara para se perceber qual o rumo que queremos dar á história…e o que não ficou claro acabou por ser discutido aqui na secção dos comentários…

    O que me parece é que a Natália é um bocadinho distraída por natureza e que não prestou a atenção que devia a tudo o que já tinha sido feito anteriormente…

    Acho que a Natália tem as suas próprias ideias e decidiu encaixá-las aqui na fic sem fazer bem a ligação ao que já cá estava… Razz


    Lyrrinne escreveu:
    Julgo que saltar por cima do conflito bélico não será a melhor linha, se historicamente aconteceu, no meu ponto de vista é bom meter as personagens no contexto Histórico onde supostamente viveram...

    O conflito bélico de La Rochelle aconteceu mesmo.
    Ainda cheguei a colocar aqui no fórum ligações para páginas da Internet que falavam disso…

    Penso que neste caso em que temos a acção a decorrer num determinado período histórico é sempre bom basearmo-nos um bocadinho nos factos que realmente ocorrerem pois sempre se dá um ar mais realista ás coisas…


    Lyrrinne escreveu:
    escrever algumas fics também requer alguma investigação Histórica, mesmo que esta não tinha sido a nossa matéria favorita na escola (que não é o meu caso)... Very Happy Mas mais historicamente correcta mais credível se torna a história em si!
    A quem o dizes… Razz
    Concordo plenamente contigo pois acho que a investigação histórica é necessária especialmente quando queremos desenvolver narrativas cuja acção decorre noutros séculos como é o caso.

    Já demonstrei ter feito essa pesquisa quando decidi introduzir a possibilidade do Cerco de La Rochellle…


    Lyrrinne escreveu:
    No teu caso Natália, acho tal como a Anbel, que tens uma excelente imaginação e que deves sempre que possível pôr-la à prova, mas com o entusiasmo da escrita deslizastes na colectiva por veredas que não estavam previstas para o desenrolar da história... e que veredas essas! Suspect

    Obrigada! Very Happy De facto tenho mesmo alguma imaginação… wahwah

    A Natália entusiasmou-se um bocado mas entendo perfeitamente o que aconteceu.

    Teve uma ideia e quis apresentá-la na totalidade o que originou um capítulo monumental e todas aquelas reviravoltas…

    Natália, não te esqueças que mais cedo ou mais tarde virá a tua próxima oportunidade de escreveres nesta fanfic… Wink


    Lyrrinne escreveu:
    De facto, o retorno da Milady decepcionou-me um pouco, será que o raio da mulher não morre de vez, ou se fica viva não aprende a lição?... oh, vá para um convento, ou cortem-lhe já de uma vez a cabeça doida, que já não a suporto LOL Razz
    Foi mesmo isso que senti… Rolling Eyes

    É que já estou um bocadinho saturada da Milady como vilã metida em todas as intrigas. Neutral

    A única possibilidade em que admito a sua presença é naqueles casos em que a fanfic não tem em conta o enredo do filme “Aramis No Bouken”…caso contrário também fico farta dela… Razz


    Lyrrinne escreveu:
    Como foi referido, neste forum, não fazemos destinações entre veteranos e newbies, aqui uma vez inscritos passam a fazer parte da família, (tudo que se pede é que participem e não rondem feito fantasmas, como há muitos por aqui LOL) podendo falar, criticar e argumentar à vontade é somente ESTRITAMENTE PROIBIDO rebaixamentos ou ataques pessoais, Evil or Very Mad de resto DEVEM sentir-se todos em casa e discutir todos os assuntos abertamente expressando as suas ideias! Smile

    É exactamente esta a minha opinião! Wink


    Lyrrinne escreveu:
    Somente não quero, Natália, que te sintas atacada ou ofendida com o que foi dito, por favor... como artista sei bem que por vezes não se lida bem com as criticas e que podem magoar um pouco, mas é assim que podemos desenvolver novas e melhores capacidades tanto artísticas como na escrita e até pessoalmente.
    É certo que todos nós gostamos de ouvir elogios e louvores e podemos ficar aborrecidos quando não os recebemos mas o nosso objectivo aqui é apenas chamar a atenção para coisas que podem ser melhoradas. Nunca foi nossa intenção, ou pelo menos, minha, atacar ou ofender ninguém.

    Aliás, nos comentários e observações que faço, procuro sempre mencionar o que pode ser aperfeiçoado como também refiro aquilo que está bem…


    Lyrrinne escreveu:
    Sobre este capitulo em especial não sei como todos quererão fazer. somos um forum democrático e aberto a opiniões, diz-nos de tua justiça Natália o que realmente gostarias de manter, estarias disposta a encurtar a história a "refazer" alguns pontos para que a história volte a encaixar de novo no contexto original?
    Penso que a principal pessoa a manifestar-se nesta área deve ser a Natália…mas no caso de não se querer mexer no capítulo estava a pensar encaixar esta parte no domínio da premonição, assim como uma espécie de sonho ou visão de um possível futuro… Shocked


    Lyrrinne escreveu:
    Outra pequena observação, não sei se notaste que ao longo da fic íamos deixando dicas no ar para que a pessoa que se seguisse as agarrasse e escrevesse a sua versão a partir dessa ideia, caso isso não acontecesse porque a dica era demasiado subtil, tentava-se noutra oportunidade pegar nela, por exemplo a dica que algo se passaria com Constance deixei no 2º capitulo, como houve a abertura aproveitei-a para a colocar no 7º capitulo Wink
    Também reparei nisso!!! Razz

    Por vezes não pego logo nessas dicas porque entendo que a pessoa que as lança deve ter a oportunidade de as desenvolver um pouco, assim do género “quem tem a ideia é que deve avançar”.

    No caso disso não acontecer, e se houver oportunidade, é claro que temos toda a liberdade para apresentar as nossas próprias sugestões… Wink


    Lyrrinne escreveu:
    E acho que já escrevi mais do que é costume! LOL Very Happy

    Estás a ficar “contagiada” com estes nossos “maus hábitos”!!! wahwah


    Lyrrinne escreveu:
    mas como é um caso importante como a fic achei, por bem, tambem deixar o que penso do assunto, como Fundadora do forum gosto de estar atenta ao que se passa, mesmo que por vezes eu não comente e imediato estou de facto de olho no que é feito aqui! (que medo LOL)
    E fazes muito bem…afinal não é essa a função dos “chefes”? Wink


    Lyrrinne escreveu:
    Bem, cá espero os comentários seguintes, iremos descalçar esta "bota militar" cujos cordões deram um pequeno nó! cyclops

    Obviamente que havemos de arranjar uma solução para este “problema”…




    Degen_Aramis escreveu:
    Olá, caríssimas co-autoras,

    uiuiuiuiui, que me meti mesmo numa alhada, ao que parece...
    Nem por isso…somos gente amistosa… Very Happy


    Degen_Aramis escreveu:
    só para começar, realmente, eu de facto li os vossos posts, mas com a inspiração da escrita, deixei-me levar na onda... e reparo agora que sim, o fio não foi seguido...mas espero poder dar a volta, especialmente depois das vossas dicas, e com as sugestões que vos deixo em baixo.. só falta a Camilla pronunciar-se... mas decerto que concorda convosco. study
    Ainda bem que percebes o nosso ponto de vista… Wink


    Degen_Aramis escreveu:
    Em relação ao casamento, pura e simplesmente optarei por retirar também essa parte da trrama, uma vez que já teriam casado antes desta fic; ou então usar apenas como flashback como memória de algum dos personagens num contexto de sofrimento pessoal (p.ex. de Aramis /Athos versus os seus sentimentos - a cena do bouquet para ambos.... início do Athos confuso sobre estar a ter sentmentos face a um "homem"...);
    Logo se vê… Rolling Eyes


    Degen_Aramis escreveu:
    Em relação aos comments gerais, e como já disse aqui no meu post anterior, ninguém me ofendeu ou atacou, são tudo comments bem intencionados!! E como as ideias iniciais foram vossas, e foram vocês que deram o mote, apenas agradeço a sinceridade, e as sugestões... e peço desculpas pelo tamanhão da coisa... sei que foi excessivo...
    E apenas mencionei o facto de haver "veteranas" porque estao por aqui há mais tempo que eu, sei que não há diferenciação entre os posters mais antigos e mais novos, aqui tudo está em familia, e nao há discriminações - p.f. não entendam mal as minhas palavras, Ok? não foram ditas nesse sentido... apenas eram para dizer que estão por aqui há mais tempo, nada mais... Razz ...
    Quando falei um pouco de não haver distinção entre veteranos e principiantes o que pretendi foi esclarecer esta questão duma vez por todas para que não surgissem mal-entendidos por aqui. É que algumas pessoas podiam ler estes comentários e pensar que existe qualquer tipo de hierarquia em que “os mais antigos” procurassem impor as suas vontades “aos mais novos”…


    Degen_Aramis escreveu:
    E sim, aceito a sugestão de ir pegar nas coisas que por aqui estão "a mais", e colocar na minha fic pessoal, que também está a ser escrita...
    Aguardamos com impaciência essa tua fic pessoal…é que pela amostra que tivemos aqui isso promete! lalala

    E é claro que tenho que continuar neste meu papel de “crítica impiedosa”… Twisted Evil

    Estou a brincar… Razz


    Degen_Aramis escreveu:
    e quiçá, deixar no ar uma outra nova sugestão de fic colectiva... logo se verá.
    Boa… Very Happy

    Porque não?

    Estás á vontade para sugerir outra(s) história(s)… Cool


    Degen_Aramis escreveu:
    Mas basicamente, e para responder à anbel e à lyrinne, eu gostaria de manter a parte 1 no que respeita ao desenvolvimento da relação entre Aramis e Nial (aquela prova final, o respeito que ele ganha, ...), isto se concordarem, claro, mas excluindo a Milady desta trama;
    Pessoalmente não gosto muito dessa parte…
    Acho-a irreal e forçada porque eles ainda não são mosqueteiros…falta-lhes o teste final.
    Fará muito sentido pôr recrutas a proteger os reis de França?
    Quase que dá a sensação que aqueles que já são mesmo mosqueteiros são incapazes de fazer um simples trabalho de escolta…

    Eu preferia usar esta ideia como um plano maquiavélico do Cardeal ou de qualquer outro vilão que venha a surgir para deixar os mosqueteiros mal colocados…

    O que quero dizer é que gostaria de deixar esta ideia em “stand-by”… Cool

    Quanto ao Nial, eu gostava que ele fosse progredindo devagarinho…


    Degen_Aramis escreveu:
    Não sei se gostaram da volta que dei à carta de Athos
    Não gostei devido principalmente á apatia do Athos em relação aos assuntos da carta…
    Nos primeiros capítulos ele está preocupado e inquieto mas depois passa a ser completamente indiferente ao seu conteúdo…quase como se não existisse nenhuma carta…


    Degen_Aramis escreveu:
    parece-me que no seguimento dos vossos posts sobre a viagem de Athos, e talvez vir alguém ao seu encontro, se esse encontro ocorrer em Paris, precisamente porque o fiel criado já lá está, Athos não precisa de ir Bearn, até porque os documentos estão na posse do tal advogado... Bom, e também no facto de estar um familiar envolvido numa conspiração contra o rei e/ou outro familiar envolvido na contra-espionagem e em apuros, acho que seria um bom ponto de partida para elaborar depois de eu alterar algumas coisas, e deixar certas informações no ar - o que vos parece?

    Estas tuas ideias estão um bocado confusas…

    Não percebo o porquê do criado em Paris…se ele vive na capital há dez anos também já não sabe o que se passa em casa dos La Fére pelo que me parece que não será de grande ajuda…

    E pessoalmente gostava que o Athos começasse a fazer essa viagem…sozinho ou acompanhado… Wink


    Degen_Aramis escreveu:
    Mas parece-me igualmente interessante eu introduzir aqui uma outra personagem, a tal que vem para atazanar o juízo de Athos, do seu passado...e o triângulo passaria a quadra, envolvendo os desejados ciúmes de Aramis face a Athos (referido pela Camilla), e os ciúmes de Nial vs. Athos, e os de Athos vs. Nial... grande tramóia... - quadra: Athos - Nial - Aramis - outra personagem (hmmmm - feminina Question Question ) nova do passado de Athos;
    Também tenho ideias para introduzir novas personagens… Laughing


    Natália…um pequeno conselho…
    Avança devagar…Não é preciso inserir tudo duma só vez…está bem?



    Degen_Aramis escreveu:
    Eu optaria por eliminar toda a parte do rapto de Aramis;
    Excelente ideia…
    Este rapto não faz sentido neste contexto…


    Degen_Aramis escreveu:
    A ida a Inglaterra, e o revelar dos segredos do Athos e Aramis - achei interessante colocar desta forma, e introduzir a Marie e também para poder haver "pimenta" chicote depois entre Athos e Nial - tipo o tal duelo já falado pela Camilla...- mas poderá não haver aquele amor à 1ªvista entre Nial e Marie, se não acharem bom para a trama inicial...claro que a descoberta da verdadeira identidade de Aramis seria essencial para começar a haver os tais ciúmes...
    Por favor vai devagar…

    Não precisas de meter tudo duma só vez porque caso contrário continuamos com o mesmo problema da confusão.
    É preferível dar passos pequenos mas seguros em vez de se dar um passo de gigante e estatelarmo-nos de seguida…


    Degen_Aramis escreveu:
    deixo no ar uma última decisão que estou a tomar neste instante: será que era viável esquecer tudo o que eu postei, darem-me mais umas sugestões para ajustes e/ou aproveitamentos do que já está por mim escrito, e esperarem uns dias, e depois eu postaria um outro capitulo, diferente, mais curto, e de encontro à vossa linha original?????

    Sugiro que penses um pouco sobre o assunto, organizes as tuas ideias e nos digas o que é que preferes fazer.



    Vou aproveitar para fazer uma outra sugestão: procura escrever de forma mais clara para que possamos entender melhor o que queres dizer…
    avatar
    degen_aramis
    Mosqueteiro
    Mosqueteiro

    Número de Mensagens : 66
    Idade : 39
    Localização : coimbra
    Humor : gosto de rir
    Data de inscrição : 17/07/2010

    reedição chapter 8

    Mensagem por degen_aramis em Qua Ago 18, 2010 6:43 pm

    Olá, Andreia e co-autoras,
    depois da tua mensgem longa e esclarecedora, vou pegar no que escrevi, e dar-lhe uma volta... mas isso implica que retirarei os 4 posts que coloquei, há algum problema com isso? Ou preferem que os deixe ficar, e que depois coloque um outro post novo, tipo capitulo 8,versão 2?

    Vai levar uma grande volta... e ficar muito mais pequeno... vou guiar-me um pouco pelas dicas da andreia, espero entretanto por mais algum comment da lyrinne, e quiça da camilla - se calhar "matei-a" de tédio...por causa do comprimento do capitulo... Embarassed

    Mas vou fazer alterações, e levar o capitulo na linha dos outros - espero eu... study Wink

    Até já,

    Natalia.
    avatar
    Anbel
    Mete Ordem nos Mosqueteiros
    Mete Ordem nos Mosqueteiros

    Número de Mensagens : 538
    Idade : 44
    Localização : Lisboa
    Data de inscrição : 24/04/2009

    Re: Fic colectiva: AS COISAS MUDAM (somente comentários)

    Mensagem por Anbel em Sab Ago 21, 2010 5:10 pm

    Degen_Aramis escreveu:
    Olá, Andreia e co-autoras,
    Olá Natália… Very Happy


    Degen_Aramis escreveu:
    depois da tua mensgem longa e esclarecedora, vou pegar no que escrevi, e dar-lhe uma volta...

    Espero sinceramente estar a ajudar com as várias observações que vou fazendo…


    Degen_Aramis escreveu:
    mas isso implica que retirarei os 4 posts que coloquei, há algum problema com isso? Ou preferem que os deixe ficar, e que depois coloque um outro post novo, tipo capitulo 8,versão 2?
    Pessoalmente parece-me que não é conveniente criar segundas e terceiras versões do mesmo capítulo.

    Quando se quer fazer alguma remodelação, o melhor é retirar o que se escreveu e fazer a substituição pela nova versão.
    É que se criamos várias possibilidades para a mesma história, no final acabamos por ter uma grande confusão em que ninguém se entende…e depois qual é que seria o projecto a ser seguido pelo continuador da história? Seria muito complicado mesmo…

    A minha sugestão é esta: ficar apenas uma única versão. O que não couber aqui poderá ser usado como base para outra fanfic…


    Aliás é isto que tem acontecido comigo quando começo a escrever as minhas fics…surge uma ideia que se desdobra e dá origem a outra possibilidade de enredo que por sua vez se volta a desdobrar e a originar outra possibilidade e assim por diante…

    Resultado final? Não consigo avançar muito nas minhas fics… wahwah Porquê? Excesso de ideias… nao



    Uma outra proposta é pegar nalgumas das sugestões avançadas agora e deixá-las para mais tarde.

    Vamos supor que não queremos ter apenas um único centro de acção mas sim vários…Isto significa que neste momento podemos ter como principal objectivo o relacionamento Aramis/Nial, a carta de Athos e os seus sentimentos para com o colega mosqueteiro assim como o clima de instabilidade provocado pela iminência da guerra.

    A seguir quando estas problemáticas já estiverem ultrapassadas pode-se seguir outras vertentes como por exemplo o rapto de Aramis…mas não com a Milady… Rolling Eyes

    Acho que podemos sempre criar novos vilões…e imensas situações…


    Degen_Aramis escreveu:
    Vai levar uma grande volta... e ficar muito mais pequeno... vou guiar-me um pouco pelas dicas da andreia, espero entretanto por mais algum comment da lyrinne, e quiça da camilla - se calhar "matei-a" de tédio...por causa do comprimento do capitulo... Embarassed

    O capítulo até pode ficar grandinho…o essencial é que a acção não avance tanto como na primeira versão!

    Esta é a minha opinião… Rolling Eyes

    Quanto á Camilla, acho que se assustou quando pensou que seria a vez dela de continuar a história e por isso decidiu fazer um “retiro estratégico” para não ter que aturar as “chatas-mor” cá do fórum…ou seja…nós…

    wahwah what nao



    Degen_Aramis escreveu:
    Mas vou fazer alterações, e levar o capitulo na linha dos outros - espero eu... study Wink

    Na minha qualidade de “chata-mor” cá do sítio prometo ficar atenta á situação e pronunciar-me sobre isso da melhor maneira possível…

    Sendo assim só te posso desejar BOM TRABALHO e MUITA INSPIRAÇÃO (coisa que não te falta)… wahwah
    avatar
    degen_aramis
    Mosqueteiro
    Mosqueteiro

    Número de Mensagens : 66
    Idade : 39
    Localização : coimbra
    Humor : gosto de rir
    Data de inscrição : 17/07/2010

    As fanfics

    Mensagem por degen_aramis em Sab Ago 21, 2010 10:03 pm

    Olá, Anbel,

    obrigado mais uma vez pelas dicas da "chata-mor", Razz , são sempre bem-vindas...

    obrigado também pelos votos de bom trabalho cheers e muita inspiração Idea Idea - cá será feito o melhor possível... e para ver se o capitulo não fica muito demorado, e não demasiado extenso... study Sleep

    Até já!!
    avatar
    degen_aramis
    Mosqueteiro
    Mosqueteiro

    Número de Mensagens : 66
    Idade : 39
    Localização : coimbra
    Humor : gosto de rir
    Data de inscrição : 17/07/2010

    Re: Fic colectiva: AS COISAS MUDAM (somente comentários)

    Mensagem por degen_aramis em Qui Ago 26, 2010 5:50 pm

    Olá, escrevo esta resposta aqui neste local, apenas para dizer que como entretanto ainda não ficou postada a versão definitiva do capitulo, estes comentários ficam sem efeito...



    degen_aramis escreveu:
    anbel escreveu:E se D’Artagnan e Constance já estão nesse ponto, talvez o mais adequado seja fazerem um casamento discreto numa igreja recatada e com poucos convidados…porque também não estou a ver o rei a dar autorização para que o Corpo de Mosqueteiros participe nisso como instituição…

    Apenas incluí esta cerimónia assim, porque seria usual quando um mosqueteiro casasse, os colegas prestarem homenagem... mas claro que tudo o que escrevi está aberto a "censura" e alteração - como digo, foram apenas ideias minhas... uma cerimónia discreta é sempre mais adequada, atendendo também ao carácter da Constance e do D'Artagnan - as co-autoras podem e têm o direito de pedir altareçoes no que eu escrevi, uma vez que caí de pára-quedas na fic colectiva... e quem estava antes é que manda... no offense taken!!!

    anbel escreveu:Mas agora uma pergunta… Rolling Eyes
    Será que me podem explicar o motivo para estes dois ainda não estarem casados? É que não consigo compreender porque é que primeiro tratam de providenciar o filho e só depois é que pensam no casamento…

    Porquê? Shocked

    Há alguma coisa que os impeça de tratar do casamento mais cedo?
    É que esta situação não liga muito bem com o comportamento dos dois durante a série…
    Para eles um simples beijo já era motivo de embaraço mas passarem á fase seguinte parece não representar grande problema?…

    Porquê? confused

    Em relação a este tópico, optei apenas por introduzir o casamento porque pensei precisamente no contexto histórico da situação de haver uma gravidez e não estarem ainda casados...mas quem introduziu a parte de haver uma gravidez foi a Lyrinne, portanta se calhar esta resposta terá de ser também respondida por ela...lol... ou se ela já incluia a hipótese de eles terem casado em segredo... mas não ficou escrito...ehheheh... Razz

    anbel escreveu:Quanto ás bebidas foi boa ideia não teres falado no chá porque na altura não existia em França.
    Acho que o café não era de uso corrente apesar de já ter sido introduzido na Europa mas o seu alto preço e sabor exótico deve com toda a certeza tê-lo afastado das mesas dos comuns mortais. Tal situação também ocorreu com o chocolate…
    Talvez a melhor opção seja mesmo o vinho.
    Se lermos livros com a acção a decorrer no século XVII a bebida por excelência é o vinho…que talvez possa ser aquecido nas frias noites de Inverno…

    Ok, parece-me que afinal vamos ter vinho... isto claro se o capítulo la ficar... mas alterarei de qualquer forma para vinho... Laughing


    anbel escreveu:Posso deduzir que o tal casamento entre o D’Artagnan e a Constance ocorre em 1628? Neutral

    É que se assim for o melhor é por-se de parte toda e qualquer ideia de se introduzir na fanfic o clima de tensão entre católicos e protestantes e o Cerco a La Rochelle porque em termos cronológicos essa situação já ficou para trás…

    Em relação à data, fica também ao vosso critério... isto de 1628 foi apenas uma ideia...e não me foquei na parte da história francesa... apenas quis seguir o anime... portanto a acção poderá obviamente estar a decorrer mais cedo, antes do cerco...para poderem ser introduzidos outros desenvolvimentos na trama... Mas já agora, fica uma pergunta minha: a acção desta fic supostamente decorre depois do OVA, tipo um ano ou assim depois? Tenho de ir ver o post inicial da Camilla para verificar... mas se não era essa a cronologia, então esqueçam as datas...

    anbel escreveu:Natália…estive a fazer uma primeira leitura deste teu capítulo e tenho muitas observações e comentários a fazer. Poderei ter que dizer coisas que não serão do teu agrado.
    Nestas circunstâncias, tens interesse que eu faça os meus comentários ou preferes que deixe as coisas assim?
    É que tenho mesmo muito para dizer…e coisas que poderás não gostar de ouvir… Neutral

    É que até apresentas ideias interessantes mas que não me parecem ser as mais adequadas como continuação da fic “As coisas mudam”.

    Dou-te os parabéns pela imaginação que tens mas questiono-me sobre este aspecto…serão estas as ideias certas para se seguir o enredo que ficou traçado nos capítulos anteriores? Rolling Eyes

    É que quando leio tudo o que escreveste tenho muita dificuldade em encontrar o seguimento dos assuntos pendentes. É claro que eles estão referidos no capítulo mas acabam por passar para um plano secundário…demasiado secundário para o que me parece ser a ideia original desta fic…é quase como se esses assuntos deixassem de ter interesse…

    Por vezes senti que estava a ler uma outra história e não “As coisas mudam”… Neutral

    Ora essa, eu sabia que quando escrevi esta enorme narrativa, que iria "levar por tabela"... e que tu, como "mete-ordem" irias fazer valer a tua crítica chicote

    O que eu escrevi, foi meramente indicativo, isto é, se as 3 co-autoras acharem por bem que só se aproveita um pedaço daqui e outro dali, faz-se a montagem do que pensam que se pode deixar ficar para respeitar mais o que referes de manter o fio de "as coisas mudam..."e faz-se um capítulo mais pequeno... que eu não me importo... manda vir essas críticas... não vão ser muito duras, Uuuh
    E é assim que se constrói um fórum construtivo, e uma fic colectiva na qual eu me "infiltrei" - sendo que as outras 3 co-autoras já eram veteranas e se conheciam bem...


    Lyrinne, e Camilla, cá aguardo também a vossa sentença...

    Até já, e no offense taken...

    Natalia.

    P.S. Só me permito uma coisinha que se calhar deve ficar daquilo que eu introduzi, e se as 3 concordarem, claro: fiz uma descriçao física do Nial, uma vez que ainda não tinha aparecido nada nesse sentido... quem introduziu/criou o Nial, diga se concorda com o aspecto que eu lhe dei... olhos castanho-esverdeados, cabelos curtos castanhos...
    avatar
    Fraulein Andreia MC
    Capitão dos Mosqueteiros
    Capitão dos Mosqueteiros

    Número de Mensagens : 544
    Idade : 30
    Localização : Lisboa
    Data de inscrição : 06/05/2009

    Re: Fic colectiva: AS COISAS MUDAM (somente comentários)

    Mensagem por Fraulein Andreia MC em Ter Ago 31, 2010 7:38 am

    Já li o último capítulo postado. Ai ai, Nial. já vos disse que adorei esta personagem? Venha o próximo!

    Conteúdo patrocinado

    Re: Fic colectiva: AS COISAS MUDAM (somente comentários)

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Seg Nov 20, 2017 7:19 am